MIÉ 23 DE SEPTIEMBRE DE 2020 - 15:04hs.
Erick Feitosa, consultor de Apostas Esportivas

"O calendário 2020 do futebol brasileiro dará mais descanso aos apostadores profissionais"

Erick Feitosa é um pedagogo que se tornou um profissional das apostas esportivas e hoje presta consultoria para quem deseja se aprofundar na atividade. Em seu site, ele deu suas impressões sobre as mudanças no calendário do futebol feitas pela CBF para 2020, onde aponta que a paralisação das competições nacionais nas DataFIFA vai gerar pela primeira vez um espaço de descanso para quem aposta profisionalmente.

Erick Feitosa começa explicando de como a mudança da paralisação das competições nacionais nas Datas FIFA vai mexer no número de jogos.

"Serão 10 jogos de seleções espalhadas em 5 períodos, compreendidos entre março e novembro. No caso das seleções sul-americanas, serão oito jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar (março, setembro, outubro e novembro) e dois jogos amistosos preparatórios para a disputa da Copa América (junho). O que eu quero chamar a atenção é justamente para esses 5 períodos vagos durante o ano", descreve Erick.

Segundo ele, esse período Data FIFA corresponderá a 9 dias vagos no calendário nacional. No caso do mês de junho, de 01 a 09, não teremos jogos de nenhuma divisão (A, B, C e D).

O consultor afirma que, pela primeira vez, o calendário proporcionará um DESCANSO a quem trabalha com apostas esportivas.

Erick mostra que no ano de 2019 de 13 de janeiro até 8 de dezembro, não existem finais de semana livres. Todos estão preenchidos com jogos. Já meio de semana, tivemos apenas 3 livres durante a Copa América.

"Aqui é importante frisar que o ritmo de jogos no futebol brasileiro é muito intenso. Basicamente temos jogos de segunda a segunda. É difícil achar uma sequencia de dias livres para descanso entre as partidas. Um apostador profissional que trabalha com as ligas nacionais precisa cobrir todos os jogos disponíveis. Afinal, é o seu trabalho", afirma.

Ele complementa: "Portanto, se este profissional não abrir mão de trabalhar, ele terá praticamente 11 meses ininterruptos de ocupação. Praticamente sem descansos previamente estabelecidos. E isso pode ser um perigo para a vida pessoal e desempenho profissional de um apostador".

Porém Erick Feitosa conclui que em 2020, as coisas mudarão bastante visto que durante o período de 9 dias nas 5 pausas, o apostador poderá descansar em 7 dias.

"Teremos pelo menos 35 dias espaçados em 5 momentos do ano para desligar completamente das atividades laborais. Sem dúvidas, as mudanças no calendário do futebol brasileiro em 2020 proporcionará um descanso muito bem vindo para um trabalho extremamente desgastante que é apostar profissionalmente".

A paralisação das competições de futebol nas DataFIFAs sempre foi uma cobrança dos clubes e de quem acompanha o futebol nacional, pois, muitos times perdem seus melhores jogadores e vão desfalcados para importantes jogos da temporada. 

Nesta última DataFIFA, que esta acontecendo essa semana, cerca de 40 jogadores, entre brasieliros e estrangeiros, deixaram seus clubes para defender suas seleções. 

Fonte: GMB/ Erick Feitosa