TER 25 DE JUNHO DE 2019 - 02:36hs.
Jens Bader, co-fundador do MuchBetter

"Apresentamos nosso app no Brasil antes para estarmos prontos quando o mercado se abrir"

(Exclusivo GMB) - Desenvolvido com uma tecnologia líder na indústria, o MuchBetter foi lançado como um novo e dinâmico aplicativo de pagamento 'que está transformando a maneira como os clientes usam dinheiro'. Um dos seus fundadores, Jens Bader, expõe ao GMB as vantagens que oferece ao setor de jogos online e fala sobre o Brasil: 'Vemos isso como uma oportunidade de longo prazo que queremos construir de forma sustentável'.

GMB - Conte-nos sobre os serviços oferecidos pelo MuchBetter relacionados às opções de pagamento para o mercado de jogos. Em quais mercados operam e quais são os principais clientes da empresa hoje?
Jens Bader -
O aplicativo MuchBetter foi criado para o setor de jogos online e se integra diretamente com os operadores para oferecer uma verdadeira alternativa aos produtos de pagamento de dinheiro eletrônico existentes. Está disponível como aplicativo para Android e iOS, que os usuários podem baixar, registrar e financiar sua conta de e-money em poucos minutos.

O aplicativo foi criado por especialistas em jogos e pagamento da indústria e foi projetado para resolver as principais dores das operadoras. Tal é a força desta proposição que conseguimos integrar mais de 20 grandes clientes de jogos em todo o mundo nos nossos primeiros seis meses, incluindo nomes respeitáveis, como Finnplay, iGaming Cloud e Royal Panda. Naturalmente, sendo uma empresa jovem com sede na Europa, este tem sido nosso mercado principal até o momento, mas, o MuchBetter também é totalmente funcional em outras regiões, incluindo o Brasil, onde temos métodos de depósito local, suporte em moeda local e idioma local. Estamos tendo muitas conversas com as organizações brasileiras em particular, na verdade, e vemos uma tremenda oportunidade de mercado aqui.

O que o diferencia da sua concorrência?
A abordagem do MuchBetter é diferenciada de várias maneiras, mas tudo isso vem do fato de que foi fundado pela indústria de jogos para a indústria de jogos. Normalmente, as carteiras são mais benéficas para os clientes do que para os operadores, em um cenário que muitas vezes apresenta operadores com problemas específicos ao lidar com pagamentos de carteira. Nós somos diferentes.
Financiando a carteira em tempo real, movendo dinheiro facilmente para dentro e para fora das contas de jogos, usando um cartão pré-pago anexado para usar a conta em qualquer lugar, etc. Esses são todos os benefícios centrados no cliente.

O MuchBetter é a primeira carteira de pagamento em jogos focado nos interesses do operador. Nós temos um modelo comercial mais justo e mais transparente, para contrariar o efeito comercial negativo do churn do dinheiro. O design e a arquitetura dos produtos da MuchBetter eliminam os típicos padrões de fraude , casos que você também  vê com outras carteiras. Os dados do cliente são compartilhados de uma maneira sensata e altamente eficaz para ajudar as operadoras a ganhar mais transparência, a suportar a conformidade, a integridade transacional e o operador de serviços, de forma a que possam usar o MuchBetter como ferramenta nas medidas de gerenciamento de risco e prevenção de fraudes.

MuchBetter também foi projetado considerando as vastas mudanças regulatórias que afetam o mundo dos jogos e dos pagamentos. Nosso serviço de pagamentos fornece pontos de dados que suportam as operadoras em conformidade com a AML4 / 5. O mundo, agora, está falando sobre APIs abertas, mas antecipamos uma abordagem de compartilhamento de dados e informações já quando construímos o produto. Nós não falamos apenas sobre isso, nós temos que é viver e trabalhar.
Do ponto de vista do usuário final, MuchBetter também é uma alternativa super conveniente do que outras carteiras. É totalmente móvel, não há senhas ou perguntas de segurança para lembrar ou esquecer nesse assunto. Os usuários simplesmente precisam usar sua impressão digital. MuchBetter também vem com um cartão pré-pago gratuito e, devido ao seu uso de CVV dinâmico, os usuários não precisam se preocupar em caso de perderem ou terem  o cartão roubado, o que elimina os cenários de retirada da conta.

Como você avalia a edição recente da ICE? Foi positiva para a empresa?
A ICE foi um tremendo sucesso para a MuchBetter. Tivemos dezenas de reuniões no stand, e isso não inclui reuniões improvisadas ou ocasionais, com várias conexões de anos passados. Em alguns meses, analisaremos novas ofertas e parcerias que foram iniciadas ou cimentadas na ICE, então, veremos os seus lugares.

Você fez um trabalho importante para se aproximar do mercado brasileiro. O que o motiva a oferecer seus serviços no país? Você dimensionou o negócio?
O Brasil sempre foi um mercado interessante para o jogo. Estamos conscientes de que o quadro regulamentar ainda não está desenvolvido, mas que deverá ser introduzido nos próximos 12 meses. Com sua grande população e comércio digital de rápido crescimento, o Brasil é de interesse imediato para qualquer programa de pagamento B2C que procura uma escala. Temos um ótimo produto, padronizado nos mais altos níveis permitindo que o Brasil inscreva uma conta em poucos minutos e permitindo que ele use para qualquer tipo de situação de pagamento, online, offline ou apenas enviando dinheiro para amigos gratuitamente.

Como você disse o Brasil ainda não legalizou o jogo. Essa situação afeta a operação do MuchBetter? Você, de alguma forma, já trabalha com clientes ou usuários no Brasil?
Estamos conscientes de que os esforços de regulamentação estão em andamento, mas ainda estão em fase inicial. Seguimos os desenvolvimentos muito de perto e queremos estar prontos se e quando o mercado se abrir. Como um programa de pagamento, precisamos construir a rede de comerciantes que aceitam o MuchBetter exatamente como precisamos construir o lado do cliente. Isso leva tempo e não há dano. Começamos cedo e agora apresentamos o nosso aplicativo para clientes brasileiros.

Recentemente, Neteller parou de oferecer seu serviço no Brasil. Como você soube da notícia e por que você acha que isso aconteceu?
Nós realmente não podemos comentar os motivos que levaram a Neteller a tomar essa decisão de deixar o mercado brasileiro. Eles, obviamente, devem ter tido suas razões. Somos bastante sensíveis à concorrência que conhecemos. Após a partida, o mercado precisa identificar novas soluções e produtos. Estou certo de que isso cria uma série de boas oportunidades para nós, tanto quanto, para outras empresas de pagamento.

Você tem planos de vir ao Brasil para promover uma campanha de engajamento mais forte ou um diálogo com autoridades?
Queremos abordar essa oportunidade da maneira correta. Acreditamos na transparência e, como tal, abrir um diálogo com as partes interessadas no mercado é definitivamente uma abordagem válida. Tomaremos a mesma diligência com a nossa configuração no Brasil, como tomamos ao construir e localizar o produto para clientes brasileiros. Nós vemos isso como uma oportunidade de longo prazo que queremos construir de forma sustentável, não uma capitalização de curto prazo desencadeada por um movimento de mercado.

Fonte: Exclusivo GMB