QUA 24 DE ABRIL DE 2019 - 00:50hs.
EnqueteVer mais +
A nova crise política brasileira afetará a aprovação da lei do jogo?

ONLINE

Globo cede e negociará com o Palmeiras para usar seus jogadores no Cartola FC

Sem saída, a emissora carioca decide equiparar o Palmeiras a Flamengo e Corinthians para ter o direito de transmissão dos 38 jogos palmeirenses na tevê aberta e aos jogadores do campeão do país no Cartola FC. O fantasy game é a aposta da emissora para as futuras apostas esportivas de clubes no Brasil. Faltando uma semana para o início do Campeonato Brasileiro, a Globo e a Turner fazem de tudo pelo Palmeiras, segundo o jornalista do R7, Cósme Remoli.

Possível liberação do jogos de azar no Brasil é esperança para aliviar a crise

A legalização dos jogos de azar seria uma alternativa de arrecadação para o Estado frente à crise dos últimos anos. Enquanto o novo governo avalia a questão, estrangeiros planejam investir no país. O primeiro passo já foi dado, com a aprovação da lei 13.756/18, pelo ex-presidente Michel Temer, referente à regularização das apostas esportivas, no final de 2018.

Mesmo sem o Palmeiras, Globo fatura mais de R$ 7 milhões em 15 dias com o Cartola

A Globo já tem motivos para comemorar com apenas 15 dias de Cartola no ar. Mesmo sem a presença do Palmeiras – único time que não fechou acordo de TV aberta para o Brasileiro -, o fantasy rendeu um bom faturamento para a emissora. O valor já ultrapassa a marca de R$ 7 milhões. Mesmo faltando dez dias para a primeira rodada do Brasileiro, mais de 175 mil torcedores já pagaram a assinatura, avaliada em pelo menos R$ 39,90 (novos usuários pagam R$ 49,90).

LEGISLAÇÃO

Principais pontos do projeto dos Jogos de Azar

O texto (PLS 186/2014) define os tipos de jogos a serem explorados, os critérios para autorização, as exigências para os sócios e as regras para distribuição de prêmios e arrecadação de tributos.

Câmara aprova pedido de audiência pública para debater as apostas esportivas no Brasil

O requerimento 29/19, de autoria do Dep. Evandro Roman, foi aprovado por unanimidade na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados. No documento o parlamentar pedia a realização de Audiência Pública com representantes de empresas afim de debater sobre a regulamentação de jogos online no Brasil. Na defesa do requerimento Roman lembrou a falta de recursos para o esporte e que o país vive um pacto de mediocridade onde se finge que o jogo não existe e quem perde é o Brasil.

Regulamentação dos jogos de azar é debatida na Comissão de Turismo da OAB/RJ

A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro promoveu nesta terça-feira (16) um encontro entre grandes nomes que apoiam a legalização dos jogos no Brasil para debater como a regulamentação da atividade ajudará o turismo no país e principalmente na cidade do Rio de Janeiro. Participaram do painel, Witoldo Hendrich Júnior, da Online IPS; Magnho José, do Instituto Brasileiro Jogo Legal; Marco Navega, da Federação de Conventions & Visitors Bureau /RJ, e a mediação ficou a cargo de Hamilton Vasconcellos, presidente da Comissão de Turismo da OAB/RJ.

MUNDO

Governo angolano vê exploração do jogo como "âncora de cultura e entretenimento"

O futuro modelo de exploração dos "jogos de fortuna ou azar" em Angola deverá entender os cassinos como "espaços de auto-regulação, protegendo os bens jurídico-penais" e "funcionando como âncoras de cultura e entretenimento", defendeu hoje o Governo angolano.

Sportradar cria primeiro canal gratuito 24 horas com dicas de apostas esportivas

A Sportradar e a SportsGrid anunciaram uma parceria exclusiva para lançar o primeiro canal gratuito 24 horas dedicado ao público de apostas esportivas. O acordo combina a tecnologia de anúncios, a tecnologia OTT e os dados da Sportradar com a programação original envolvente da SportsGrid, proporcionando aos fãs uma cobertura precisa e análise de estatísticas e probabilidades em esportes profissionais.

GLI Group adquire a SeNet International Corporation

O GLI Group adquiriu a SeNet International Corporation trazendo maior segurança cibernética e outros recursos de TI para os clientes do GLI Group, da Bulletproof, da GLI Company e da SeNet. As empresas atendem a uma ampla gama de clientes no espaço de jogos de cassino e em todo o espectro de negócios.