SÁB 19 DE OUTUBRO DE 2019 - 12:49hs.
Franceses fazem apostas recordes nas corridas de cavalo da Gávea
Mais de € 1.300.000
Franceses fazem apostas recordes nas corridas de cavalo da Gávea

08/10/2019 | Com pistas do programa e páreos bem equilibrados, neste sábado (5), em mais uma oportunidade, ficou claro que as corridas do Hipódromo da Gávea agradaram os apostadores franceses. Foi feito um total de apostas no valor de € 1.367.435,00 ou R$ 6.098.760,10 com uma média de € 195.347,85 por páreo que rendeu a mais de R$ 97 mil líquidos para o Jockey Clube Brasileiro.

Endividado, Jockey Club de São Vicente pode dar lugar a um empreendimento imobiliário
Dívida avaliada em R$ 3 milhões
Endividado, Jockey Club de São Vicente pode dar lugar a um empreendimento imobiliário

03/09/2019 | O tradicional Jockey Club de São Vicente pode estar com seus dias contados. Com uma dívida avaliada em R$ 3 milhões em impostos, a agremiação está à procura de interessados em comprar o espaço, que foi dedicado ao hipismo durante 70 anos. Informações extraoficiais apontam que há uma proposta para que a agremiação dê lugar a um empreendimento imobiliário. Com 214 mil metros quadrados, o Jockey Club São Vicente foi fundado em 1949.

Jockey Club de Pernambuco se torna imóvel preservado do Recife
Decisão
Jockey Club de Pernambuco se torna imóvel preservado do Recife

20/08/2019 | A Prefeitura do Recife acolheu uma recomendação expedida em abril pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e classificou o Jockey Club de Pernambuco, no bairro do Prado, Zona Oeste da capital pernambucana, como imóvel especial de preservação (IEP). O decreto número 32.678, publicado no Diário Oficial do Município, confere proteção especial ao local em razão do seu valor histórico-cultural e arquitetônico e da importância da manutenção da memória urbana.

Prefeitura do Rio, Jockey Clube e a batalha de R$ 1 bilhão para taxar apostas em corridas
Justiça
Prefeitura do Rio, Jockey Clube e a batalha de R$ 1 bilhão para taxar apostas em corridas

19/08/2019 | A Prefeitura do Rio foi à Justiça para cobrar o ISS sobre as apostas feitas em corridas de cavalo. Em jogo, cerca de R$ 1 bilhão. No TJ do Rio, a Procuradoria do município ganhou. O Jockey Clube recorreu e o caso foi parar no STF, segundo informa o jornalista Ancelmo Gois no seu blog do O Globo. Em 2014, o JCB conseguiu uma liminar no Supremo Tribunal Federal para suspender a execução fiscal relativa à cobrança de Imposto Sobre Serviços (ISS) sobre as “pules” (apostas nos cavalos do páreo).

Relator retira a ampliação das possibilidades de apostas em Jockeys da MP da Liberdade Econômica
Nova versão do texto
Relator retira a ampliação das possibilidades de apostas em Jockeys da MP da Liberdade Econômica

12/08/2019 | Com a MP da Liberdade Econômica prestes a expirar, o relator Jerônimo Goergen (PP-RS) enviou aos líderes da Câmara um novo texto. O deputado retirou pontos que criaram polêmica e que haviam sido incluídos por ele em seu relatório ainda na Comissão Especial, que apreciou o texto em julho. Deixou de fora, por exemplo, a ampliação dos jogos e das receitas obtidas em organizações que promovem corridas de cavalos. Essa decisão é uma má notícia para os Jockeys do Brasil que atravessam uma crise.

A ampliação da receita com corridas de cavalo pode cair na votação nos plenários
Liberdade econômicas sofreria cortes
A ampliação da receita com corridas de cavalo pode cair na votação nos plenários

08/08/2019 | Com o prazo apertado para a aprovação da MP da Liberdade Econômica (881), que perde a validade no dia 27, o governo já aceita abrir mão de pontos do texto contanto que o “coração da medida” seja preservado. Em entrevista ao Estadão/Broadcast, o secretário especial de Desburocratização e Gestão do Ministério da Economia, Paulo Uebel, disse que questões polêmicas devem acabar caindo na votação nos plenários das duas Casas, como a ampliação de receitas com corridas de cavalo.

Folha também aponta que a MP da Liberdade Econômica pode ampliar apostas em corridas de cavalo
Reportagem especial do jornal sobre o tema
Folha também aponta que a MP da Liberdade Econômica pode ampliar apostas em corridas de cavalo

22/07/2019 | O jornal mais importante de São Paulo explica que a Medida Provisória da Liberdade Econômica, que pretende desburocratizar e liberar a economia nacional, também vai ajudar na ampliação dos jogos, em especial, as corridas de cavalo graças a um novo artigo que altera a lei turfe e permite que entidades promotoras de corridas ofereçam loterias vinculadas ou não ao resultado dos páreo. Na matéria opinam o advogado Luiz Felipe Maia e Luiz Alfredo Taunay, presidente do Jockey Club Brasileiro, entre outros.

Turfe sai na frente na abertura da legislação brasileira para os jogos de azar
MP da Liberdade Econômica
Turfe sai na frente na abertura da legislação brasileira para os jogos de azar

19/07/2019 | A comissão mista que analisa a medida provisória (MP 881/2019) aprovou o relatório do deputado Jeronimo Goergen (PP-RS) que estabelece garantias para o livre mercado. Dentre as medidas apresentadas está alteração do artigo 14, que permitirá que hipódromos explorem categorias de loterias, sem restrição. Assim, o turfe será a primeira modalidade de jogos de azar a ter sua atuação aberta e regulamentada no Brasil.

turfe

19/07/2019 | 

JCB faz parceria com o Laboratório do Hipódromo de San Isidro para exames antidoping
Resolução da comissão de corridas
JCB faz parceria com o Laboratório do Hipódromo de San Isidro para exames antidoping

09/07/2019 | Em resolução da comissão de corridas do Jockey Club Brasileiro, foram divulgadas novidades em relação aos exames antidoping. De agora, em diante materiais coletados em páreos comuns e provas especiais poderão ser testados no Laboratório do Hipódromo de San Isidro do Jockey Club Argentino, com quem o Laboratório de Análises Clínicas Veterinárias (“LACVET”) do JCB celebrou parceria.

VER MAS