SÁB 23 DE FEVEREIRO DE 2019 - 03:55hs.
Victor Simpson, Gerente Comercial do Fortaleza

"Acordo Fortaleza-NetBet abre mercado de patrocínio de casas de apostas para clubes brasileiros"

Uma das principais notícias da semana foi o anúncio do acordo de patrocínio entre NetBet e Fortaleza, o primeiro entre uma casa de apostas esportivas e um clube brasileiro. O GMB conversou com exclusividade com o Gerente Comercial do Fortaleza E.C., Victor Simpson, sobre as expectativas do clube com a parceria, os detalhes do acordo e seu impacto no mercado brasileiro.“É algo que já temos visto em outras grandes ligas pelo mundo e deve ser um fluxo natural aqui no Brasil', afirma o dirigente.

"Acordo Fortaleza-NetBet abre mercado de patrocínio de casas de apostas para clubes brasileiros"

Foto: Leonardo Moreira/FortalezaEC

Foto: Leonardo Moreira/FortalezaEC

GMB - Como nasceu esse patrocínio?
Victor Simpson -
O Fortaleza EC possui um setor comercial que trabalha exatamente na captação de potenciais patrocinadores. A procura de grandes empresas tem crescido exponencialmente visto que o clube se mostrou uma excelente oportunidade de investimento para seus patrocinadores.

Por que acredita que a NetBet escolheu o Fortaleza frente aos demais clubes brasileiros?
A equipe de Marketing do Fortaleza tem feito um excelente trabalho junto aos seus patrocinadores no que concerne a ativação do patrocínio. Acreditamos que estampar a marca no uniforme da equipe é apenas o primeiro passo de um contrato que será ativado das mais criativas formas durante toda a sua vigência.

Como foi a repercussão entre os sócios e torcedores?
A melhor possível visto que o mercado de apostas online tem crescido bastante aqui no Brasil e é diretamente ligado ao Esporte.

Quais os limites do acordo? Até onde a NetBet poderá ir?
As disposições contratuais não podem divulgadas, mas podemos adiantar que se trata apenas do início de uma grande parceria entre NetBet e Fortaleza.

O clube teria aceitado o patrocínio de um site de apostas esportivas sem que a lei tivesse sido aprovada em dezembro? O Fortaleza foi assessorado legalmente antes de aceitar o acordo?
Todas as parcerias efetivadas pelo clube possuem um amparo do nosso setor jurídico. As previsões legais são previamente estudadas por nossos advogados que avalizam cada contrato com o clube.

Qual o sentimento de ser pioneiro nessas parcerias?
Significa muito para o Fortaleza EC. Pois confirma que o clube é um excelente investimento para seus patrocinadores ainda que sejam de  setores que estão iniciando nesse mercado. Representa o status que o Fortaleza atingiu ao gerir o contrato de patrocínio junto ao seus parceiros.

Houve alguma oposição dentro do clube com relação a temas como ética, religião ou conflito de interesses?
Não houve nenhuma rejeição quanto a esse patrocínio.

Sem falar de valores, economicamente classifica o acordo como excelente e vantajoso?
O que podemos falar acerca de valores é que tanto a NetBet quanto o Fortaleza EC estão satisfeitos e com uma ótima expectativa do que vem pela frente nessa temporada. É um início de uma grande parceria.

Ficou fechado um valor fixo de patrocínio ou em algum momento haverá premiações relativas a apostas realizadas no site ou por objetivos alcançados pelo clube?
Infelizmente, as disposições contratuais não podem ser reveladas por acordo mútuo entre as partes, mas volto a reiterar que trata-se de ótima oportunidade de negócios para ambas as partes.

Acredita que esse primeiro passo dado pelo Fortaleza pode ser seguido pelos outros clubes que perderam o medo de ser patrocinados por um site de apostas, agora que a Caixa saiu do futebol?
Possivelmente sim. É algo que já temos visto em outras grandes ligas pelo mundo e deve ser um fluxo natural aqui no Brasil. É importante que o Fortaleza esteja abrindo esse mercado.

Além da NetBet, conversaram antes com outros sites de apostas interessados?
A conversa com a NetBet foi rápida e eficaz. O clube também identificou a NetBet como um grande player do seu mercado e tinha bastante interesse nessa parceria que se concretizou.

Fonte: Exclusivo GMB