SEG 19 DE AGOSTO DE 2019 - 02:45hs.
Dados do segundo trimestre de 2019

IBIA reporta dois casos de alertas de apostas suspeitas no futebol brasileiro

Pela primeira vez e após seu recente acordo com a H2 Gambling Capital, a International Betting Integrity Association (IBIA) inclui em seu relatório trimestral dados de oito esportes em países dos cinco continentes. O IBIA revela que houve 51 notificações de alertas de apostas suspeitos ou “match fixing” no segundo trimestre de 2019. Apenas quatro alertas foram gerados a partir de atividades na América do Sul - dois para o futebol no Brasil e dois para o tênis na Argentina.

Cada um dos relatórios está sendo investigado separadamente. É um aumento de 38de casos no segundo trimestre em comparação com o primeiro trimestre de 2019, mas com uma redução significativa no segundo trimestre do ano passado, em 17%

Dos 51 casos, 25 são do tênis, representando 17 a mais no primeiro trimestre. Porém há uma redução de 43% no segundo trimestre de 2018. O primeiro semestre do ano registrou 88 alertas, em comparação com 112 no mesmo período em 2018.

A organização disse que a tendência de queda se deve principalmente a uma redução contínua nos alertas de tênis. O IBIA é uma organização com sede em Bruxelas focada em defender a integridade esportiva para o mercado internacional de apostas. A empresa representa e cuida dos interesses de ao menos 50 operadores de todo o mundo que utilizam seus sistema de monitoramento e alerta de atividades suspeitas..

 

 

O tênis, que gerou mais alertas nos últimos trimestres, continuou sendo a principal preocupação no segundo trimestre, respondendo por 25 das atividades suspeitas reportadas que foram arquivados. No entanto, isso representa uma queda significativa com relação aos 44 alertas emitidos em torno do esporte no segundo trimestre de 2018, um declínio de 43% de um ano para outro.

O futebol ficou em segundo lugar com 18 alertas, enquanto a IBIA também levantou dois alertas para vôlei e e-sports e um para tênis de mesa, bilhar, basquete e hóquei no gelo.

A Europa foi responsável por 25 alertas, com o continente segue gerando a maioria dos relatos de atividade suspeita em torno do futebol, com 13. A Ásia, por sua vez, foi responsável por 13 alertas, incluindo dez para o tênis. Oito desses dez foram sinalizados por atividade suspeita no Uzbequistão.

Quatro principais tendências do Relatório de Integridade do segundo trimestre de 2019:

1. Um total de 51 alertas suspeitos em oito esportes diferentes, abrangendo cinco continentes, foi informado às autoridades responsáveis para uma investigação mais aprofundada no segundo trimestre de 2019.

2. Trata-se de um aumento de 38% em relação ao primeiro trimestre de 2019, que registrou 37 alertas.

- No entanto, há é uma redução de 17% no segundo trimestre de 2018, onde 62 alertas foram relatados.

3. 25 alertas de tênis foram relatados no segundo trimestre de 2019, o que representa um aumento em relação aos 17 registrados no primeiro trimestre de 2019.

- No entanto, comparado a 2018, houve uma redução de 43%, quando foram reportados 44 alertas.

4. Nos primeiros seis meses de 2019, um total de 88 alertas foram reportados, sendo que foram a 112 alertas no mesmo período em 2018.

-Essa tendência de queda deve-se principalmente à redução contínua dos alertas de tênis.

Fonte: GMB