SÁB 21 DE SETEMBRO DE 2019 - 16:43hs.
Stefano Arasi, gerente de contas

“Todos os dias chegam à AR Management e-mails de empresários interessados ​​no Brasil”

A AR Management, desenvolvedora de software para operadores de apostas esportivas e de cassino, aguarda ansiosamente a regulamentação do mercado brasileiro para começar a trabalhar no País. A empresa quer repetir o sucesso que já faz no Peru e em outros mercados da América Latina. Nesta entrevista para o GMB, Stefano Arasi, gerente de contas da AR Management, fala sobre o interesse de seus clientes em investir no Brasil, os planos da empresa e o impacto do VAR nas apostas esportivas.

GMB - A AR Management sempre foi uma empresa que observa atentamente o que acontece no Brasil. Qual sua opinião sobre o momento do País?
Stefano Arasi -
A AR Management sempre viu o Brasil como um grande mercado, com interesse em fazer parte de seus negócios. Em 2019, iniciamos ativamente as atividades de marketing no País por meio da participação no BgC de São Paulo e do patrocínio ao Games Magazine Brasil.

Recentemente, o governo brasileiro abriu uma consulta com empresas de todo o mercado internacional para opinar sobre como deveria ser a nova regulamentação das apostas esportivas. Quais seriam os três pontos principais que você sugeriria?
Esperando que ocorra uma regulamentação definitiva, que contemple os interesses das empresas e a segurança dos apostadores, sugiro a formação de uma regulamentação que não seja muito restritiva, para permitir que empresas internacionais e locais de médio/grande porte entrem em um mercado suficientemente aberto e sem monopólio do governo ou de uma única empresa, como ocorre em vários países do mundo. A concorrência saudável entre empresas é uma vantagem para os clientes e é importante para o desenvolvimento da economia de qualquer país.

Você acha que o sucesso das apostas esportivas no Brasil impulsionará o processo de legalização de outras modalidades da indústria de jogos? Existe algum que gere mais interesse da AR Management?
O principal mercado que a AR Management atualmente está focado são as apostas esportivas. Portanto, ficaremos felizes se a regulamentação sair em breve para podermos iniciar nossa atividade. Obviamente, a indústria de jogos é imensa, por isso seria interessante regular e legalizar outras formas de jogos, como cassinos online e jogos virtuais. A proibição desses modais de jogos alimenta o jogo ilegal e é por essa razão que acho que seria mais seguro e lucrativo para a economia legalizar e controlar, através de regulamentos, os vários modos populares de jogo na sociedade brasileira.

O número de consultas de operadores interessados ​​em projetos desenvolvidos no Brasil aumentou?
Todos os dias chegam e-mails de pessoas interessadas em um possível investimento no Brasil. É por isso que posso garantir que o número de empreendedores que desejam investir e fazer bons negócios no País está subindo muito.

Em nível global, como você analisa o momento das apostas esportivas? Há muito o que crescer ou já está perto do teto?
Eu acho que o mercado de apostas esportivas está bem desenvolvido apenas em alguns países do mundo. Em toda a América Latina ainda há um longo caminho a percorrer. Essa é a principal razão da atividade da AR Management em todo o continente.

A implantação do VAR nas principais ligas do mundo e competições internacionais afeta o negócio de apostas esportivas? Existem possíveis problemas que precisarão ser levados em consideração?
O VAR mudou o futebol. Como em todas as novidades, há prós e contras. Eu acho que o espetáculo diminuiu nos jogos com o VAR. Há mais "tempos mortos" e espera para análises do VAR com as quais o mundo do futebol não estava acostumado. Isso é normal em outros esportes, mas para o futebol parece um pouco estranho. Obviamente, agora há mais justiça nos resultados, mas não sei se o público gostava mais do futebol antigo com seus erros de arbitragem. No final, a história desses esportes está cheia de erros de arbitragem que decidiram eventos de grande importância. Para as apostas, o VAR gerou um novo mercado. Você pode apostar, por exemplo, se haverá uma revisão ou não em uma partida. Também acho que isso afetou um pouco as apostas ao vivo, porque há várias ocasiões em que não há possibilidade de apostar devido à revisão.

Em que eventos remanescentes a empresa participará ainda em 2019?
A AR Management estará presente no SAGSE 2019, um grande evento organizado todos os anos em Buenos Aires. Aproveito a oportunidade para convidá-lo ao nosso estande, nos visitar e conhecer as atividades da empresa. A feira será de 20 a 22 de novembro. Esperamos por todos no estande número 314b.

Como você avalia a consolidação dos produtos e serviços de AR Management em 2019?
Foi mais um ano dedicado ao mercado peruano, onde a AR Management está desenvolvendo sua operação direta com a marca TIMERBET. A empresa está satisfeita com as atividades realizadas e continua cumprindo muito mais a cada dia.

A gestão de AR cresce a passos largos na América Latina. Quais são os próximos passos ou projetos em andamento?
Um dos projetos para os próximos meses ou  para o próximo ano é, sem dúvida, a entrada e o desenvolvimento no mercado brasileiro. Também continuaremos com mais força as nossas atividades no Peru e em outros países da América Latina e África.

Fonte: exclusivo Games Magazine Brasil