SÁB 28 DE NOVIEMBRE DE 2020 - 07:57hs.
Peter Nolte – CEO da Salsa Technology

"Brasil deve conceder licença para apostas a todos os operadores que conquistarem a certificação"

Em entrevista ao portal de notícias Gaming Intelligence, Peter Nolte, da Salsa Technology, afirmou que a regulamentação das apostas esportivas é algo irreversível no Brasil e que a companhia se prepara para ser “a primeira empresa certificada do país. Isso é extremamente importante para nós”. Segundo ele, com o processo de regulação “o governo pode selecionar as melhores operadoras, gerar impostos e legalizar uma atividade que, hoje, está fora da lei gerando receita no exterior”.

Reconhecido pelo próprio portal como um dos maiores especialistas da área de jogos em todo o mundo e com muito conhecimento do mercado latino, Peter explicou que a regulamentação das apostas esportivas não tem volta: “existe uma lei com uma fronteira temporal de regulação de dois anos. Isso significa que ela deve sair com no máximo dois anos após a promulgação. Portanto a regulamentação da lei é algo irreversível. Vai passar, sim ou sim”, sentenciou.

Segundo ele, a transferência da regulamentação para o Ministério da Economia foi uma “excelente notícia”. Na sua avaliação, isso representa um apoio direto do presidente Jair Bolsonaro à regulação das apostas no país.

O melhor que pode acontecer para o Brasil é abrir, não temer a regulamentação e permitir que todos os operadores conquistem a certificação e consigam uma licença”, afirmou. Segundo ele será excelente para o governo, pois com esse processo “pode selecionar os melhores operadores, gerar impostos e legalizar uma operação que hoje não está legalizada”, mas que mesmo assim está gerando receita no exterior.

A Salsa Technology tem claro enfoque na América Latina, o que a coloca no Top 10 do mercado de videobingo, com jogos específicos para o Brasil, México, Peru e Colombia, “que funcionam absolutamente bem nesses lugares”, disse.

Peter pretende que a Salsa seja a primeira empresa certificada no Brasil. “Se não a primeira, queremos ser um dos primeiros. Isso é extremamente importante para nós e temos de certificar todo nosso conteúdo: plataforma esportiva, jogos desenvolvidos por nós e ajudar os provedores a certificar seus jogos no Brasil”, explicou.

Mesmo com a pandemia e o isolamento social, Peter Nolte afirmou que em função de seu enfoque principal como uma plataforma para cassino online, o desempenho cresceu exponencialmente desde março. “A maioria dos operadores online tinham seu foco em apostas esportivas. Com a suspensão dos campeonatos, todos começaram a procurar outros jogos de cassino. Assim, nos convertemos na solução perfeita para os operadores graças à nossa plataforma agregadora de conteúdo (GAP)”.

Com uma única integração, um operador pode agregar mais de 50 provedores e mais de cinco mil jogos de cassino na plataforma GAP. Por isso, segundo Note, desde março até agora a empresa tem firmado numerosos contratos com operadores e integrado mais de 15. “Temos uma lista enorme de integrações com outros operadores, locais e internacionais que querem entrar na América Latina”, conta.

Com todo esse sucesso, Peter Nolte destacou no portal que a Salsa experimentou um aumento entre 400% e 500% no GGR. “Foi incrível, é um crescimento muito grande, porque tudo se focou em cassino e nós estamos muito bem preparados para isso, que é o nosso negócio”.

As alianças, segundo Peter, não se limitaram à América Latina e se expandiram para a Europa, onde a Salsa assinou acordos na Alemanha, Dinamarca, Noruega, Gibraltar e Espanha.

Sobre apostas esportivas, a Salsa já integrou as plataformas da Sportradar e Altenar, além de estar em tratativas com a BetGenius e outra empresa focada em esportes. A ideia é integrar novas casas de apostas para dar opções aos seus clientes para que escolham a melhor para seus interesses. “O acordo com a plataforma pode ser feito diretamente conosco ou com o provedor da plataforma. Nós integramos esse conteúdo em troca de uma pequena comissão pelo uso da plataforma. O mesmo com o conteúdo de cassino”, explica.

Fonte: GMB / Gaming Intelligence