MAR 19 DE ENERO DE 2021 - 05:49hs.
Fabíola Jaeger, CEO da empresa

Brasileira Caleta Gaming promete 18 novos jogos, atualização de plataforma e contratações em 2021

A Caleta Gaming, empresa brasileira que vem se destacando no cenário mundial de jogos, prepara para este ano o lançamento de pelo menos 18 novos games, atualização de sua plataforma e aperfeiçoamento do sistema de back office. Admitindo que 2020 foi um ano difícil, a CEO da firma, Fabíola Jaeger, comenta com exclusividade para o GMB que mesmo assim foi bastante vitorioso e “estamos muitos orgulhosos de ver o quão produtivos fomos”.

Games Magazine Brasil - Com quais expectativas começa 2021, depois de um ano passado no esquecimento?
Fabíola Jaeger
- Primeiramente obrigada pelo espaço, sempre muito gratificante poder falar aqui. Apesar de todas as consequências desastrosas da pandemia, não podemos fazer de 2020 um ano de esquecimento, afinal tudo que vimos e vivemos em relação à saúde, economia e política foi muito sério. Se alguns líderes continuarem cometendo os mesmos erros em 2021, focados somente na disputa pelo poder, talvez tenhamos uma tragédia maior ainda. Então agora é hora de aprender com o que não deu certo para evoluirmos.

Para a Caleta especificamente, 2020 foi um ano de desafios, mas também um ano de muitas conquistas. Produzimos 39 jogos em 2020, com uma equipe de menos de 10 pessoas. Tudo feito in house, não terceirizamos nada da nossa produção. A meu ver isso comprova a extrema competência da nossa equipe, bem como a eficácia dos nossos processos de desenvolvimento.

Além disso, o desenvolvimento super ágil e qualificado só foi possível graças à ferramenta exclusiva interna que desenvolvemos ao longo dos últimos anos: o GP5. Também focamos em aprimorar o nosso RGS (Remote Game Server) e o principal: realizamos a integração dos nossos jogos junto a diversos operadores e agregadores ao redor do mundo todo. Foi um ano de reconhecimento e divulgação do nosso trabalho nas mais renomadas mídias mundiais, estamos muitos orgulhosos de ver o quão produtivos fomos.

Paralelo a isso tivemos de nos adaptar ao trabalho remoto e através disso percebermos alguns pontos que precisávamos melhorar em nossa comunicação, estrutura e arquitetura. Grande parte da nossa tecnologia já estava bem estruturada na nuvem então apenas migramos e ajustamos o que faltava para que todos conseguissem executar o trabalho remotamente sem impedimentos. Além disso, aproveitamos para estabelecer um processo de comunicação eficiente e que mantivesse o engajamento do time.

Globalmente acredito que 2020 foi um ano de muitas mudanças e aprendizados. 2021 creio que será um ano de bastante aprendizado ainda, além de reflexão, reorganização e evolução. Será moldado pelas empresas que aprenderam a adaptar seus processos rapidamente em 2020, como engajamento de funil de vendas remoto, desenvolvimento remoto e bem-estar cultural geral da equipe.

A Caleta está mais bem preparada do que antes para enfrentar os surtos ou a continuidade da pandemia? Haverá uma mudança de estratégia?
Com certeza. A capacidade de adaptação às mudanças e superação dos obstáculos que nos foram impostos em 2020 tornou a Caleta uma empresa ainda mais sólida, sem dúvida. Nossa estratégia agora no início de 2021 foi voltar ao escritório físico pois percebemos que a inclusão de novos colaboradores e a difusão da cultura da empresa ficou prejudicada pela falta do convívio social.

Em quais projetos / ideias você está trabalhando para lançar este ano?
Queremos aumentar a distribuição dos nossos jogos. Nosso plano é lançar cerca de 18 novos jogos, adicionar novas features em nossa plataforma, aperfeiçoar o nosso sistema de back office para permitir análises ainda mais detalhadas de diversas métricas.

Estamos em fase de expansão, precisamos manter nossos talentos e contratar novos para que esse crescimento se mantenha saudável e exponencial.

Paralelamente a isso, continuar o bom trabalho junto aos atuais clientes, tal como captar novos para conseguirmos uma maior distribuição e visibilidade, segue sendo a nossa maior motivação.

Acredita que a penetração do jogo online aumentará enquanto o físico manterá suas limitações de entrada de público?
O jogo online acredito que vai continuar crescendo sim. E espero que em breve não haja mais limitações aos cassinos físicos, eu mesma já estou com saudades de viajar e jogar num cassino físico, é muito legal!

Você acha que neste ano no Brasil haverá uma decolagem definitiva em direção a um mercado regulado de jogos de azar? A presença / investimento da sua empresa crescerá no país ao longo de 2021?
Estamos confiantes que sim. Já estamos nos preparando para isso há algum tempo. Em 2020 conquistamos a certificação GLI-19 e licença da Colômbia, que no meu ponto de vista poderia ser aplicada ao Brasil quando o mercado for de fato regulado. De qualquer maneira estamos ansiosos para nos sentar na primeira fila assim que esse filme (que está mais pra novela) for estreado.

Fonte: Exclusivo GMB