MAR 26 DE ENERO DE 2021 - 14:40hs.
Partes tentam se resolver

Bmg não reconhece acordo de Atlético com Betano e afirma que ainda é o patrocinador master

O anúncio do site de apostas Betano como novo patrocinador máster do Atlético repercutiu no banco Bmg, que estampa a sua marca na parte frontal da camisa alvinegra. A instituição financeira ligada a Ricardo Guimarães - integrante do grupo colegiado do clube ao lado de Rubens Menin, Rafael Menin e Renato Salvador - não reconheceu a mudança na parceria e garantiu novas possibilidades positivas em 2021. Bmg estava disposto a abrir mão do espaço, mas esperava um anúncio mais alinhado.

“A respeito do anúncio realizado na tarde de hoje, pelo Clube Atlético Mineiro, de que uma nova marca será estampada na camisa do time principal de futebol profissional, o Banco Bmg informa que até o presente momento, e em conformidade com o contrato assinado nas últimas negociações, mantém a sua posição como patrocinador máster e segue dialogando sobre novas possibilidades que sejam positivas para ambos em relação às cotas de patrocínio para 2021”, manifestou-se o banco, por meio de nota.

ge apurou alguns detalhes da história. A negociação entre o Galo e o site de apostas vinha acontecendo há meses, e, quando as conversas avançaram, o clube passou a dialogar com o Banco BMG, buscando uma alternativa para manter os dois parceiros. Os departamentos técnicos de Galo e BMG já mantinham contato sobre o assunto.

Apesar de ter contrato em vigor de patrocinador máster, a instituição financeira, já há muito tempo apoiadora do clube, sinalizou positivamente sobre uma mudança de sua marca na camisa alvinegra (para uma posição menos privilegiada), o que seria feito como um gesto de apoio ao clube, que, com o acordo com o site grego, vai incrementar os valores recebidos com patrocínio.

O BMG, porém, não chegou a ser comunicado de forma definitiva, pelo Atlético, que o novo patrocinador máster seria anunciado. O banco, inclusive, esperava um anúncio que o envolvesse, já que o novo acordo atleticano, para que seja válido, precisa contar com uma "permissão" do BMG, que tem contrato como "dono" do espaço mais nobre da camisa.

Procurado, o Atlético disse que, por enquanto, não irá se manifestar. A oficialização da Betano ocorreu no período da tarde, por meio das redes sociais. O presidente Sérgio Coelho apareceu ao lado do mascote Galo Doido segurando o uniforme com a logo da casa de apostas pertencente ao grupo Kaizen Gaming, da Grécia.

A Betano é parceira de várias equipes de futebol na Europa, como Braga e Marítimo, em Portugal; Olympiacos e PAOK, na Grécia; Universitatea Craiova e FSCB, na Romênia; e Apollon Limassol e Pafos, no Chipre. A empresa também patrocina atletas campeões olímpicos e a Academia Olímpica Internacional. Segundo o jornalista Heverton Guimarães, o Galo vai receber R$ 10 milhões pelo acordo, além de participações em apostas.

 



Já o Bmg lançou o “Galo Bmg”, conta digital voltada para os atleticanos, em junho de 2019. Em novembro de 2020, o clube recebeu R$ 1 milhão de bônus após superar 50 mil correntistas. Segundo o site Banco Data, que apresenta números fornecidos pelo Banco Central, a companhia financeira contabilizou R$ 261,4 milhões de lucro líquido de janeiro a setembro deste ano e alcançou um ativo total de R$ 25,2 bilhões.