VIE 26 DE FEBRERO DE 2021 - 15:58hs.
O famoso “Big Four” de consultoras internacionais

EY, PwC, Deloitte e KPMG se aplicaram ao RFI do BNDES para estruturação das apostas esportivas no Brasil

Quase 40 empresas de todo o mundo preencheram o formulário de Request for Information (RFI) no processo de contratação de serviços técnicos para estruturação de projeto da concessão da apostas esportivas no Brasil (Apostas de Quota Fixa) promovido pelo BNDES. O limite fechou no passado dia 19 e entre as companhias interessadas aparece o seleto e famoso “Big Four” de consultoras internacionais que integram EY, PwC, Deloitte e KPMG. A convocatória foi realmente exitosa.

O Request for Information tem como objetivo mapear junto às empresas atuantes no mercado competências relevantes para a estruturação do projeto em tela, dentre estas:
-Estruturação e a modelagem econômico-financeira de projetos de desestatização de grande vulto
-Consultoria em projetos de loterias e apostas esportivas
-Assessoria jurídica em projetos de concessão

Big Four é a nomenclatura utilizada para se referir às quatro maiores empresas contábeis especializadas em auditoria e consultoria do mundo. Fazem parte deste seleto grupo as empresas EY (Ernst & Young-Reino Unido), PwC (PricewaterhouseCoopers-Reino Unido), Deloitte (Estados Unidos) e KPMG (Países Baixos).

Essas empresas são líderes mundiais no setor, e receberam esse apelido devido a este fato. Quase metade dos investidores de empresas dizem que chegariam a deixar de investir, ou ao menos repensar o investimento em uma empresa, caso ela contratasse auditoria de uma firma não pertencente ao Big Four.

No âmbito da futura contratação, as empresas poderão prestar o serviço de modo consorciado, garantindo a disponibilidade das expertises necessárias aos projetos. No entanto, o preenchimento do formulário de RFI considerará a experiência individual de cada empresa, não sendo analisada, nesta etapa, a formação de consórcios para o atendimento às competências.

Apenas as empresas previamente identificadas como interessadas por meio deste processo de RFI poderão ser destinatárias, no momento oportuno, da Solicitação de Propostas - Request for Proposal (RFP), para participação nas etapas seguintes do processo de seleção de consultores.

A Fase 2 será a modelação da privatização do serviço público de apostas desportivas através da análise e concepção do quadro jurídico-regulatório, da estrutura geral da regulamentação, da revisão da análise jurídica (modelação da privatização), da análise de mercado (investidores, oferta e procura), do desenvolvimento do plano de negócios, da avaliação económica e financeira e do aconselhamento jurídico. Esta fase só terá início após a indicação pelo BNDES de qual modelo de privatização das apostas desportivas se seguirá, como resultado da Fase 1 e decisão da autoridade concedente.

A Fase 3 será caracterizada pelos serviços necessários para a transferência das apostas esportivas do setor público para o setor privado. Em caso de necessidade, a empresa contratada deve apoiar o Concurso com operações com potenciais investidores prestando os seguintes serviços ao BNDES: manutenção de entendimentos com o B3 (Bolsa de Valores), a fim de assistir na preparação do manual de instruções para as corretoras e investidores participantes no leilão de privatização; promoção e participação em reuniões técnicas com potenciais investidores e apresentações com associações de investidores de mercado, incluindo roadshow, no Brasil e no estrangeiro, a fim de fornecer informações adicionais às contidas nos avisos.

Fonte: GMB