MAR 25 DE ENERO DE 2022 - 01:08hs.
Último movimento estratégico para a empresa

Soft2Bet garante licença de jogo dinamarquesa

O provedor de plataformas de cassino e apostas esportivas Soft2Bet obteve licenças da Autoridade Dinamarquesa de Jogos, Spillemyndigheden, para começar a oferecer uma ampla gama de verticais de iGaming na Dinamarca. As licenças abrangem apostas esportivas, bem como jogos de casino online como roleta, bacará, punto banco, blackjack, poker, bingo online e slots.

A entrada da Soft2Bet no mercado dinamarquês é o mais recente movimento estratégico do grupo operador que atualmente está em processo de expansão de sua presença global em vários mercados regulamentados.

A mudança aumenta ainda mais a presença da empresa nos países nórdicos, tendo garantido uma licença para operar na Suécia em 2019 da Autoridade Sueca de Jogos de Azar, Spelinspektionen.

A empresa cumpriu todas as árduas obrigações de segurança dos jogadores do país, provando estar totalmente em conformidade com seus vários requisitos regulatórios.

Peter Christian Noer, chefe da equipe nacional da Soft2Bet, disse: “Conquistar esta licença é um grande momento para a Soft2Bet. Toda a nossa equipe se esforçou muito e trabalhou incansavelmente para garantir que cumprimos todos os requisitos e prazos para alcançar este importante marco na história da nossa empresa.”

Agora esperamos lançar nossas marcas inovadoras de igaming no mercado dinamarquês que provaram ser bem-sucedidas em outras jurisdições por causa de seus recursos de última geração, fornecimento exclusivo de jogos e fortes ferramentas de proteção ao jogador. Lançamos na Suécia há menos de dois anos e conquistamos participações de mercado significativas desde então. Estamos convencidos de que podemos fazer o mesmo no mercado dinamarquês em breve”, acrescentou Noer.

Esta grande conquista é o produto de dedicação intransigente e mais uma grande conquista para a nossa excelente equipe se orgulhar. Também é importante agradecer à Autoridade Dinamarquesa de Jogos de Azar por um diálogo positivo, colaborativo e útil durante todo o processo de solicitação de licença”, concluiu Noer.

Fonte: GBM