MIÉ 10 DE AGOSTO DE 2022 - 08:44hs.
Rumo ao Brazilian iGaming Summit

Fabio Tibéria: “No BiS vamos debater criptos e o crescimento do setor de jogos e apostas no Brasil”

As novas alternativas no setor de jogos, com o uso de criptomoedas, a expansão dos e-wallets, fan tokens e NFT não ficarão de lado durante o Brazilian iGaming Summit. Um painel sobre alternativas financeiras para o setor de iGaming contará com a participação do empresário e consultor na área de criptos Fabio Tibéria, que pretende colocar luz sobre as novas formas de apostas. Para ele, o uso de criptoativos pode reduzir em muito os custos médios entre depósitos e saques de uma plataforma de jogos.

Fabio Tibéria vem se especializando, nos últimos anos, na área de criptoativos no mercado de iGaming e, na sua avaliação, as novas alternativas, envolvendo o uso de criptomoedas, fan tokens e NFTs, já é uma realidade e será muito benéfica para o setor. “Uma das motivações são os gastos. Sabemos que hoje o custo médio entre deposito e saque em uma plataforma de jogo é da ordem de 5%. Com criptomoedas poderia chegar a 0,007%”, comenta.

Segundo ele, “o impacto sobre o custo total é expressivo e evidente. Essa tecnologia fornece padrões de segurança elevados seja nas transações, no gerenciamento de dados e KYC”, comenta.

Esse será a espinha dorsal de sua apresentação durante o Brazilian iGaming Summit e na sua avaliação, o Brasil já está suficientemente maduro para regulamentar as apostas esportivas e, “na sequência lógica, englobar outras verticais no projeto de lei. As apostas esportivas são uma estrutura complexa, que estão se evoluindo cada dia mais. Arrecadação só de aposta esportiva não representa um número expressivo como outras verticais a menos que seja desenvolvida uma regulamentação com impostos altíssimos. Enfim, regulamentar só aposta esportiva é como ter um violão de apenas uma corda”, define.

 

 

Games Magazine Brasil - Quais serão os principais tópicos que pretende abordar em sua palestra e qual é sua visão do atual momento do setor de jogos e apostas no Brasil?
Fabio Tibéria -
Gostaria agradecer os Organizadores do BiS e do Games Magazine Brasil pelo convite e possibilidade de poder contribuir nesse projeto e atender a um evento tão importante. A palestra será focada sobre as novas alternativas financeiras para o setor do Igaming. Falaremos especificamente sobre criptomoedas, e-wallets, Fan tokens e NFT.

Como você analisa o crescimento do Brasil no segmento de apostas esportivas ainda em processo de regulamentação e como acredita que se dará a exploração da atividade a tempo de aproveitar a realização da Copa do Mundo do Qatar?
Sinceramente acho difícil, pela complexidade da matéria, que a lei seja implementada até a copa do mundo. Apesar de não ser regulamentado, o setor de apostas esportivas mostra uma tendência de crescimento exponencial, como testemunham também os investimentos das multinacionais em mídia e patrocínios dos vários times de futebol nos últimos anos.

Em que ponto você vê o mercado local de jogos em geral e sua evolução do ponto de vista político e regulatório?
O governo está fazendo um grande esforço para catalisar o processo de regulamentação e coordenar a parte ideológica e política de cada partido. Importante considerar que mais de 500.000 famílias no Brasil vivem disso. É necessário que a regulamentação não seja um "cartão vermelho" para brasileiros, mas sim a possibilidade de integrar o mercado “não regulamentado” em um projeto de investimento global.  Portanto, precisa-se endereçar os investimentos não só em infraestruturas tecnológicas, mas sim em oferta de trabalho. Arrecadação e redução do desemprego deveriam ser o alcance da regulamentação.

Como as novas alternativas financeiras e de métodos de pagamento podem criar um mundo novo na área de jogos e apostas?
Uma das motivações mais plausíveis são os gastos. Sabemos que hoje o custo médio entre deposito e saque em uma plataforma de jogo é da ordem de 5%. Com criptomoedas poderia chegar a 0,007%. O impacto sobre o custo total é expressivo e evidente. Essa tecnologia fornece padrões de segurança elevados seja nas transações, no gerenciamento de dados e KYC.

Os resultados do trabalho da sua empresa neste ano foram os esperados? Você tem planos no Brasil de crescer e contribuir ainda mais com o mercado local?
Os resultados esse ano foram excelentes. Minha empresa de tecnologia é internacional, interage com os maiores provedores globais de tecnologia e opera fortemente aqui no Brasil. Eu forneço tecnologia, licenças, assistência legal, gestão do risco .... enfim o "know how" necessário para sucesso nesse setor. E isso vai de encontro às necessidades do mercado, já que cada vez mais empresários querem investir em nosso segmento.

Sobre novos negócios, o povo brasileiro tem coragem empresarial, inteligência criativa e intuição incríveis. Apesar de ser italiano me sinto metade brasileiro por cultura e admiração. Os meus planos são de contribuir sempre mais em um mercado local que deve ser preservado e protegido. O ator principal na regulamentação deve ser o povo brasileiro.

Com a regulamentação das apostas esportivas, acredita que as demais verticais de jogos poderiam ganhar um reforço para sua legalização no Brasil?
Deveria ser uma consequência lógica englobar as verticais no projeto de lei. As apostas esportivas são uma estrutura complexa que estão se evoluindo cada dia mais. Arrecadação só de aposta esportiva não representa um número expressivo como outras verticais a menos que seja desenvolvida uma regulamentação com impostos altíssimos. Enfim, regulamentar só aposta esportiva é como ter um violão de apenas uma corda.

Sobre o Brazilian iGaming Summit e Afiliados LATAM

São Paulo, o maior polo de negócios da América Latina, sediará nos dias 28 e 29 de junho a segunda edição do Brazilian iGaming Summit. Será o momento para encontrar-se novamente com parceiros da indústria e fazer networking naquele que promete se o evento mais exclusivo do mercado de iGaming, abrangendo apostas esportivas, jogos de cassino e loterias.

Nesta segunda edição do BiS tem uma novidade. O terceiro dia será dedicado ao Afiliados LATAM, primeiro evento dedicado à troca de experiências em marketing de afiliação e mídia digital em geral, além de centenas de afiliados para formar um ambiente de perfeita interação com diversos players do mercado.

O Brazilian iGaming Summit (BiS) irá ocorrer no Espaço Boulevard JK, em São Paulo, nos dias 28 e 29 de junho e o Afiliados LATAM, no dia 30. O evento conta com a parceria estratégica do Games Magazine Brasil, e terá a presença de investidores e empresários dos setores de apostas esportivas, comunicação, afiliados, loterias e entes reguladores.

Para mais informações, visite o site oficial do evento

Para inscrições, clique aqui.

Fonte: Exclusivo GMB