VIE 12 DE AGOSTO DE 2022 - 13:02hs.
À espera do decreto que normatiza o setor

Alexandre Ywata assumirá secretaria responsável pela regulamentação das apostas esportivas

O engenheiro aeronáutico de formação Alexandre Ywata é o substituto de Daniella Marques na Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia. Entre outras, A Sepec tem dentro de sua estrutura a Secretaria de Advocacia da Concorrência e Competividade, órgão responsável pela regulamentação das apostas esportivas e loterias, sob o comando de Geanluca Lorenzon.

O engenheiro aeronáutico Alexandre Ywata, mestre em Estatística pela Universidade de Brasília (UnB) e PhD pela Northwestern University (EUA), assumirá a Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, órgão responsável pela regulamentação das apostas esportivas no Brasil. Ele substitui Daniella Marques, que acaba de ser nomeada presidente da Caixa Econômica Federal.

Ywata foi professor da Universidade British Columbia, no Canadá, e esteve em altos cargos na Caixa Econômica Federal, como VP das áreas de Riscos e de Fundos de Investimentos. É mais um dos altos executivos com bom trânsito junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

A regulamentação das apostas esportivas está a cargo da secretaria para a qual Ywata foi nomeado. Discutida nos últimos três anos e meio, a medida aguarda a assinatura do decreto presidencial que irá normatizar a atividade no Brasil. Durante o Brazilian iGaming Summit, autoridades do governo, entre elas Geanluca Lorenzon e Iuri Castro, respectivamente secretário e subsecretário de Advocacia da Concorrência e Competividade do Ministério da Economia, afirmaram que uma regulamentação madura e com as melhores práticas internacionais está por ser implementada e que agora a decisão é mais política do que técnica.

De qualquer maneira, após a assinatura do decreto, segundo os dirigentes, serão elaboradas as sub-regulamentações acessórias para o efetivo início das operações regulamentadas das apostas esportivas no Brasil. Eles garantiram que sairá o mais rápido possível e estará em consonância com as melhores práticas internacionais.

Fonte: GMB