MAR 27 DE SEPTIEMBRE DE 2022 - 00:50hs.
Para equipes profissional, Sub-23 e feminina

Site de apostas Blaze é o novo patrocinador máster do Botafogo até o final do ano

O Botafogo anunciou que o cassino online Blaze é o novo patrocinador principal do time até o final da temporada de 2022. Os valores para que a casa de apostas em jogos de azar estampe o espaço máster do uniforme das equipes profissional, Sub-23 e feminina não foram revelados. A plataforma foi de 12 milhões de acessos no site em março para 47 milhões em maio, mas o número de queixas de consumidores contra a plataforma é alto.

O empresáro norte-americano John Textor, acionista majoritário da companhia que gere o futebol do Botafogo, falou sobre o acordo de patrocínio: “A Blaze possui uma mentalidade disruptiva alinhada com o nosso projeto e vê no Botafogo o parceiro ideal para alavancar seus negócios. O clube quer sempre ter os melhores ao seu lado. A Blaze é também uma ‘escolhida’ e tem tudo a ver com Botafogo. O nome da empresa remete à chama e o símbolo tem o fogo como elemento”.

SVP de Operações da Blaze, Santiago Afonso exaltou a parceria com o Fogão: “Nós da Blaze estamos extremamente orgulhosos em trabalhar em conjunto com Botafogo. Um clube tradicional com uma base de fãs apaixonados e leais. São milhões de torcedores no Brasil e no mundo, foi exatamente isso que nos encantou. Com certeza, essa parceria vai nos permitir fornecer aos nossos jogadores um conteúdo de primeira linha e uma experiência de apostas altamente satisfatória”.

O Diretor da SAF, Thairo Arruda, valorizou a conexão entre as partes e comentou sobre a expectativa de sucesso com a parceria. “A parceria é fruto de uma importante atuação do diretor comercial, Rafael Ganem, e do departamento comercial que está sendo estruturado. Agora estamos conectados nesse importante momento do clube para incendiarmos dentro de campo junto com a Blaze, que também é patrocinadora de um dos maiores influencers do mundo, o alvinegro Felipe Neto”, pontuou Thairo.

A estreia aconteceu neste fim de semana, no jogo do Botafogo contra o Cuiabá, pelo Brasileirão. O único detalhe é que apenas o goleiro Gatito Fernández atuou de fato com o novo patrocinador máster na camisa. O juiz da partida, Jefferson Ferreira de Moraes, determinou ao time carioca a troca do uniforme titular, com listras verticais em branco e preto, pelo reserva, todo branco. O patrocínio da Blaze, no entanto, só havia sido estampado no primeiro por conta do pouco tempo hábil entre a assinatura do contrato e a realização da partida.

A estreia “completa” ficou para a próxima quinta-feira (14), em jogo válido pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, diante do América-MG, no Estádio Nilton Santos.

A Blaze foi criada em 2019 como resultado de um grupo de empreendedores que não tinham apenas um talento especial em promover o entretenimento, mas também uma afinidade com a indústria iGaming. Após três anos no mercado, a Blaze tem hoje mais de 2 mil jogos e 12 milhões de jogadores registrados.

A empresa produz jogos digitalmente nativos que os jogadores amam. A Blaze, como um produto, está definindo uma nova categoria na área de games, pegando elementos dos jogos casuais e sociais e transformamos em produto de apostas. O conteúdo e a plataforma possuem o objetivo de criar uma experiência de jogador verdadeiramente diferenciada.

Explosão da Blaze no Brasil

O SimiliarWeb mostra que a Blaze foi o 73º site mais acessado do Brasil em março. Foram 48 milhões de visitas totais em maio, um aumento de 28% em relação ao mês anterior. São pelo menos 4,7 milhões de visitantes únicos.

Do tráfego que chega ao site por meio de redes sociais, 56% vem do Twitter e 33% tem origem no Youtube. A plataforma de streaming de vídeos do Google tem um papel especial na disseminação do cassino.

Reportagem do Portal do Bitcoin publicada no dia 19 de junho também mostra como o cassino online Blaze se tornou uma febre no Brasil. A plataforma foi de 12 milhões de acessos no site em março para 47 milhões em maio.

A Blaze fornece parceria com os influenciadores por meio de um formulário, no qual alguns requerimentos são exigidos. Por exemplo: ter o mínimo de 500 mil seguidores no Instagram e possuir 10 mil visualizações por vídeo no Youtube. Após o preenchimento deste formulário, um código exclusivo para influenciadores é gerado.

A empresa diz ser sediada na ilha caribenha de Curaçao e ter os pagamentos processados por outra empresa, localizada no Chipre. Embora pareça uma companhia internacional, dados da ferramenta de análise de tráfego Similarweb mostram que 99% do público é verde-amarelo.

Chuva de queixas de consumidores

À medida que o cassino online Blaze vira febre no Brasil, o número de queixas de consumidores contra a plataforma também se acumula com rapidez. O Portal do Bitcoin checou os relatos postados por clientes da Blaze no portal Reclame Aqui.

Nos últimos seis meses, o Reclame Aqui registra 6.739 queixas contra a Blaze. A grande maioria das reclamações diz respeito a problemas com depósitos feitos via PIX na plataforma.

Outro ponto de recorrente é que os clientes se mostram insatisfeitos com o suporte do cassino online. Notas dadas no Reclame Aqui mostram um índice de satisfação de 5.3, nível considerado ruim pelo serviço de queixas.

A forma como o Reclame Aqui avalia o nível de satisfação do cliente leva em consideração quatro pontos: índice de resposta, média das avaliações, índice de soluções e índice de novos negócios.