MIÉ 29 DE MAYO DE 2024 - 21:15hs.
No Brasil pode superar os US$ 3 bilhões

Análise aponta que mercado de apostas esportivas passará de US$ 200 bilhões em 2025

A Sports Value realizou um estudo exclusivo sobre a atuação das empresas de apostas no mundo dos esportes. Segundo observado pela pesquisa, o mercado de sports betting saltou de US$ 77 bilhões em 2019 para US$ 131 bilhões em 2021. Em 2019, o mercado de apostas esportivas movimentou US$ 77 bilhões, de acordo com a WLA. Deste total US$ 34 bilhões em corridas de cavalo e cachorros e outros US$ 43 bilhões em esportes tradicionais. Futebol representava 57% do total.

"A pandemia ampliou muito os números e em 2021 o faturamento do setor de “sports betting” atingiu US$ 131 bilhões e o mercado vai passar dos US$ 200 bilhões em poucos anos”, apontou a Sports Value.

Há expectativa de que novos US$ 106 bilhões sejam gerados entre 2020 e 2025. Os mercados da Ásia e do Pacífico serão responsáveis por 39% do total. Além disso, a liberação de apostas esportivas nos Estados Unidos ajudou a impulsionar os números e a tendência é de crescimento exponencial para os próximos anos.

O mercado brasileiro é um dos mais promissores do planeta. Com a correta regulação pode ultrapassar os US$ 3 bilhões por ano e seguir a tendência dos EUA. O governo brasileiro perde importante arrecadação de impostos de um setor gigantesco.

Marketing esportivo para casas de apostas

Casas de apostas são marcas endêmicas da indústria do futebol. É um movimento global, tanto em mercados desenvolvidos como em países emergentes. No Brasil as casas de apostas estão em praticamente todos os grandes clubes do Brasil nas Séries A e B, de outras divisões também.

Segundo análise da Sports Value os top 20 clubes brasileiros movimentaram R$ 850 milhões em patrocínios em 2021 e mais de 25% deste valor são provenientes das casas de apostas.

As empresas de betting em geral ocupam espaços publicitários importantes nos clubes, mas representam financeiramente menos que outros setores.

Segundo dados da plataforma "Gente da Globo", os termos de pesquisa “apostas” e “bet” cresceram muito no Brasil. Entre os fatores para a escolha de uma casa de apostas, o principal é a experiência positiva dos amigos.

Visão da Sports Value

O mercado de apostas utiliza bônus para atrair usuários. O marketing esportivo pode reduzir o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), com estratégias mais criativas e propósito para a marca.

Assim, como as empresas precisam ampliar rentabilidade no varejo e usam a força da marca e storytelling para isso, o mesmo tem que ocorrer com as casas de apostas.

Pelas análises da Sports Value é muito mais econômico, rentável e eficiente investir em estratégias criativas de marketing com o torcedor, do que simplesmente oferecer bônus para apostar. Experiências, conteúdos exclusivos, promoções únicas, cashbacks e análises mais aprofundadas são o caminho para gerar valor e reter o apostador, por muito mais tempo.

Apesar da rentabilidade, países europeus começaram a limitar os patrocínios. O caminho é a construção de um negócio saudável para as marcas, focando na qualidade da relação com o cliente.

O marketing esportivo pode alavancar os negócios, tudo isso no ambiente digital. Para 59% dos apostadores no Brasil, de acordo com a plataforma Gente, a experiência teve início em no máximo um ano.

Fonte: Sports Value