JUE 29 DE SEPTIEMBRE DE 2022 - 05:57hs.
Alessandro Valente, empresário

“Bitci lançará nos próximos dias o segundo lote dos fan tokens da Seleção Brasileira”

O multifacetado empresário Alessandro Valente, sócio da Super Afiliados, CEO da Bitci Brasil e presidente do BiS/Afiliados LATAM, conversou em exclusividade com o GMB sobre o mercado local, fan tokens da Seleção Brasileira e suas expectativas em relação à regulamentação das apostas esportivas. Para ele, “o país vive um momento único de reconhecimento internacional e em ano de Copa do Mundo, todos os olhos estão voltados para cá”.

Alessandro Valente é um dos mais reconhecidos empresários ligados às apostas esportivas no Brasil. Fundador da Super Afiliados, está bastante animado com a iminente regulamentação das apostas esportivas no país e com o lançamento de fan tokens por parte da Bitci, empresa que também dirige como CEO.

Presente na BFEXPO 2022, Valente destacou o excelente momento pelo qual o setor está passando, em ano de Copa do Mundo e com a regulamentação das apostas esportivas prestes a acontecer.

Ele aproveitou para comentar o sucesso da primeira fase de lançamento de fan tokens da Seleção Brasileira, cujo lote de 30 milhões de unidades esgotou-se em poucas horas. “A Seleção Brasileira é querida em todo o mundo. Tem o poder de transitar em qualquer país, pois não temos uma característica colonizadora. Mas além disso, há dois tipos de público. Há a pessoa que compra pois quer colecionar e ter acesso a experiências, e o investidor, que viu na Seleção Brasileira uma possibilidade de retorno financeiro. Tanto que na última negociação, já aconteceram transações com boa rentabilidade”.

Segundo Valente, o segundo lote está para ser lançado, assim como NFT’s do Garrinha, um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. Neste caso, com uma novidade, já que serão disponibilizadas também estatuetas físicas para quem comprar os fan tokens.

A Bitci tem se focado bastante nesse segmento e de acordo com o executivo, tem sido um sucesso. Ele citou os exemplos dos lançamentos que a empresa fez para o Coritiba e Vitória. “Os 2 milhões de tokens do Vitória esgotaram-se em 1h45”, contou.

Para o lançamento do segundo lote da Seleção Brasileira, ele disse que se ela for campeã da Copa do Mundo no Qatar, “se você comprar o fan token e o título vier para o Brasil, ele vai valorizar dez vezes”.

O presidente do Brazilian iGaming Summit e Afiliados LATAM aproveitou para falar sobre o evento, que alcançou tamanho sucesso neste ano que em 2023 os eventos estarão em um pavilhão mais amplo para dar toda a grandiosidade que um possível mercado brasileiro regulado exige.

Se o governo assim o desejar, teremos a regulamentação de forma correta já para os eventos Brazilian iGaming Summit e Afiliados LATAM 2023”, salientou.

Segundo ele, houve muita renovação de contratos das empresas que estiveram na edição de 2022. “Estamos com os contratos prontos para serem emitidos e em seguida abriremos para os demais players interessados no mercado brasileiro”, concluiu.

 

Games Magazine Brasil – Em uma feira de futebol, o setor está mostrando tudo o que o mercado de apostas esportiva envolve. Gostaria que você nos contasse o atual momento da Bitci e da Super Afiliados no negócio de futebol, esportes e apostas.
Alessandro Valente –
E uma presença que não poderia faltar com a tecnologia da Bitci e com as grandes possibilidades para a Super Afiliados, com a regulamentação por vir em breve. Estamos presentes para tentar capitalizar esse público e para a Bitci, que lançará nos próximos dias o segundo lote dos fan tokens da Seleção Brasileira e em breve o NFT do Garrincha, com apenas 62 unidades globalmente.

E com um detalhe a mais, será um lançamento também físico!
Isso mesmo. Nossa proposta no Brasil é que no Brasil o NFT tenha uma contrapartida física. Mandamos fazer, com um artista plástico brasileiro, 62 estatuetas do Garrinha na posição de chute. Elas já estão finalizadas e os NFT’s já estão prontos para o grande lançamento. Primeiro serão lançados os fan tokens que darão acesso à compra do NFT.

Ou seja, será um phigital?
Ele tem toda a característica de um NFT, digital, que pode ser levado para o metaverso. E a contrapartida terá uma representação física para colocar em casa, no escritório ou em um museu.

 

 

Mas temos também o Brazilian iGaming Summit e Afiliados LATAM 2023, que você preside. Tudo pronto para os eventos e já com a regulamentação?
Se o governo assim o desejar, teremos a regulamentação de forma correta já para os eventos Brazilian iGaming Summit e Afiliados LATAM 2023.

Os espaços já estão vendidos?
Houve muita renovação. A maioria daqueles que estiveram conosco no evento anterior renovou. Ainda não abrimos para novos patrocinadores e expositores, mas há muito interesse. Os contratos já estão prontos para serem emitidos, com prioridade para quem esteve. Aqueles que nos indicaram interesse em renovar terão prioridade de depois abriremos para os demais.

Ou seja, Alessandro Valente cheio de novidades!
Tentando fazer um pouco da minha parte para ajudar a indústria. Todo mundo tem de fazer um pouco.

E como está o mercado de apostas esportivas na sua avaliação?
Aquecida, em ano de Copa do Mundo. Temos inúmeras possibilidades relacionadas à Copa do Mundo e tenho visto as marcas se preparando e os sites com suas ofertas e começando a mencionar que a copa está chegando. E para a Bitci nem temos o que falar, pois para nós é a cereja do bolo. A Seleção Brasileira é amada pelo mundo todo, então a receptividade em termos de Seleção é maravilhosa. Além disso, tivemos os lançamentos dos fan tokens para o Vitória e Coritiba. Os 2 milhões de tokens do Vitória esgotaram-se em 1h45.

E o primeiro lote do Brasil?
Foram 30 milhões de tokens, esgotados em poucas horas.

Vocês esperavam essa receptividade do público?
Do público estrangeiro, não. Mas foi muito bem aceito, pois a Seleção Brasileira é querida em todo o mundo. Tem o poder de transitar em qualquer país, pois não temos uma característica colonizadora. Mas além disso, há dois tipos de público. Há a pessoa que compra pois quer colecionar e ter acesso a experiências, e o investidor, que viu na Seleção Brasileira uma possibilidade de retorno financeiro. Tanto que na última negociação, já aconteceram transações com boa rentabilidade.

E como está o relacionamento com a CBF?
Maravilhoso. A CBF é muito receptiva, especialmente a nova diretoria. E o pessoal que permaneceu também tem um grau de transparência conosco e bastante apoio ao trabalho que estamos desenvolvendo.

Para fechar com chave de ouro, então, basta trazer o “caneco”?
Aí sim. Trazer o “caneco” e se você comprar o fan token e o título vier para o Brasil, ele vai valorizar dez vezes.

Fonte: Exclusivo GMB