MIÉ 21 DE FEBRERO DE 2024 - 06:15hs.
Reclamações e denúncias por supostas fraudes

Anunciada por Felipe Neto e Neymar, site de apostas Blaze é acusado de calote por clientes

O site de apostas Blaze se tornou nos últimos dias um dos assuntos mais comentados na internet brasileira. Alvo de muitas reclamações e denúncias, o cassino online está sendo acusado de dar golpes financeiros em seus clientes, que não conseguem sacar o dinheiro conquistado nos jogos. Uma das casas de apostas mais populares no Brasil, a Blaze já foi divulgada por grandes influencers, como Felipe Neto, Maicon Kuster, Igor 3k e até Neymar.

Através de vídeos compartilhados nas redes sociais, os garotos propaganda do cassino ensinam como os clientes podem criar uma conta, apostar e em seguida ganhar o suposto dinheiro no site, que oferece apostas em jogos de azar, eventos esportivos, eSports entre outras modalidades.

A Blaze tem sido alvo de milhares de denúncias por calote. Uma delas foi feita por uma cliente do advogado Maurício Jacometti. Depois de ouvir uma live do influenciador Felipe Neto, a mulher, que tinha acabado de ficar desempregada, decidiu apostar todo o dinheiro da rescisão, de R$ 17 mil, nos jogos da Blaze. Os palpites dela foram certeiros e ela conseguiu dobrar o valor que apostou.

No entanto, as dificuldades começaram no momento de receber os R$ 34 mil. “Infelizmente, na hora de sacar, ela não conseguiu. Eles deram um prazo de 72 horas para ela encaminhar a documentação. Foi encaminhada, mas mesmo assim não depositaram. O escritório encaminhou uma notificação extra judicial para a Blaze. Mas nós não obtivemos resposta. Depois eles liberam a conta dela, porém, com o saldo zerado”, explicou Jacometti.

Criar uma conta no site é realmente muito simples, mas é na hora de sacar o prêmio que o problema começa, já que existem vários relatos e denúncias de pessoas que afirmam não conseguir receber o dinheiro dentro da plataforma. Ao tentar entrar em contato com o suporte da empresa, os usuários recebem respostas inconclusivas ou procedimentos que não resultam na solução do problema.

A Organized Crime and Corruption Reporting Project), em parceria com o Portal do Bitcoin, encontrou 15 processos judiciais contra a Blaze, divididos em oito estados brasileiros. As reclamações são diversas e todas envolvem dificuldades e problemas na hora de conseguir receber o dinheiro conquistado na plataforma.

No site Reclame Aqui já existem mais de cinco mil reclamações com denúncias de clientes contra a Blaze. No entanto, a empresa só respondeu 18 delas. Nas redes sociais, a sessão de comentários é lotada de depoimentos de pessoas que reclamam ter sidos enganados pelo site de apostas.

Os problemas envolvendo a Blaze têm ganhado destaque nacional. Milhares de pessoas têm reclamado de levar calote após fazer as apostas. Felipe Neto, que influenciou a mulher e outras pessoas na internet, se manifestou. Nas redes sociais, o youtuber destacou que os “ataques à Blaze foram coordenados”.

“Um dia vocês vão descobrir que os ataques à Blaze foram coordenados. Há intenção por trás, há interesse. A Blaze é igual a todos os sites de apostas e cassino do mundo. Por que perseguir só um site? Todos são cassinos, todos têm reclamações (como qualquer empresa), todos representam risco, nenhum pode ser processado porque não há regulação no Brasil, todos estão em paraísos fiscais justamente pela falta de regulação”, escreveu o influenciador no Twitter.

O craque da seleção brasileira, Neymar, também é garoto propaganda da Blaze. No entanto, após as denúncias de calote, o jogador manteve silêncio sobre as críticas.

Mas mesmo com tantos clientes insatisfeitos, existe uma grande dificuldade de conseguir efetuar processos judiciais contra a empresa, já que o cassino não tem sede e nem uma presença oficial no Brasil.

Apesar de ter registro no Caribe, o foco da empresa é captar clientes brasileiros. Dados do site de análise de tráfego online SimilarWeb mostram que a Blaze teve 41 milhões de acessos em abril, dos quais 98,93% vieram do Brasil.

Fonte: GMB