JUE 25 DE JULIO DE 2024 - 09:39hs.
Insights do CVO Roman Ostrovsky

1win está reformulando o site para acompanhar as tendências do iGaming e a regulação no Brasil

O 1win, que opera há cerca de três anos no Brasil, está em busca de uma série de inovações para ampliar sua visibilidade no mercado como forma de se destacar diante da concorrência. Para falar sobre isso, a área de marketing da empresa ouviu Roman Ostrovsky, Chief Visionary Officer do 1win, sobre previsões ainda para 2023 e além. Abaixo, a conversa em destaque.

Roman Ostrovsky, Chief Visionary Officer do 1win conversou conosco em formato de perguntas e respostas e deu uma previsão para o futuro (2023 e um pouco além), falou sobre os planos imediatos do cassino e do programa de afiliados, compartilhou informações potencialmente lucrativas e até comentou sobre o formato diferente de divulgação de produtos em pornô. Sem mais delongas, vamos à entrevista”, introduz a empresa.

 

Quando podemos esperar novas grandes atualizações e ideias para o produto? Para onde o 1win está caminhando agora?
Roman Ostrovsky -
Faz tempo que a gente está se preparando para implementar uma tarefa muito grande - uma reformulação completa do site. Falando do cassino em si, essa é a nossa principal tarefa agora. Esperamos que a reformulação tenha um impacto muito positivo no desempenho do próprio site. O visual atualizado nos dará novas oportunidades para futura expansão global. Nosso site se tornará mais adaptável e será possível implementar funcionalidades de alta qualidade. Quando chegar a hora, vocês serão os primeiros a saber de tudo.

Quais iGaming você destacaria em 2023?
O foco continua se deslocando para os anunciantes diretos. As redes CPA, que apresentam várias ofertas de uma vez para diferentes cassinos, agora cedem para os anunciantes diretos (para 1win Partners, por exemplo). Eles precisam oferecer algo único para criar demanda por seu produto. Mas os anunciantes copiam tudo, por isso as redes CPA precisam introduzir novas soluções o tempo todo. É assim que o mercado se desenvolve.

Gostaria de destacar uma tendência não só para 2023, mas também para os próximos anos – a regulamentação. O mercado em todos os GEO’s está caminhando em direção à regulamentação.

Acho que agora o mercado brasileiro vai ficar ainda mais ativo. Já existiam afiliados aqui, mas eles atuavam em áreas completamente diferentes (por exemplo, nutra e ofertas de produtos), e agora o gambling se abriu para eles. Em termos de dinheiro investido na indústria de jogos de azar, o Brasil continua no TOP 1 da América do Sul.

Nos próximos 3-5 anos, a África vai bombar muito, ela vai ficar super popular e vai chamar atenção de todos os produtos. Esse GEO é muito promissor, é uma região que está amadurecendo e crescendo, mas com suas peculiaridades, e, claro, vale lembrar que o português é a língua oficial em seis países africanos. A população está ficando mais digitalizada, a base está se desenvolvendo mais e o nível de cobertura da internet rápida está crescendo.

A tendência para gamificação de produtos vai continuar. Antigamente, cassino era uma “vitrine” com um conjunto de jogos de fornecedores. Os produtos agora não querem ser uma “vitrine”, eles querem aproveitar ao máximo seus recursos: gamificar os mesmos elementos da interface e até criar seus próprios jogos exclusivos.

Ter a sua própria equipe de eSports CS:GO é rentável ou é mais uma questão de imagem?
Que bom que você perguntou, porque agora também temos uma equipe feminina de eSports, 1win Gang, por isso a gente não para e continua desenvolvendo essa área. Eu diria que isso traz tanto a imagem quanto o lucro. Porque, no mínimo, é legal que todos os nossos concorrentes tenham agora 1win na sua lista de apostas. A pergunta foi baseada na nossa experiência com a seleção masculina 1win, que existe há mais de dois anos? Vou responder! A equipe é de alto nível, joga nos principais torneios de CS:GO, temos um elenco forte, além do mais já temos uma base de fãs. A equipe aumenta muito o reconhecimento da marca. Também foi por isso que demos esse passo: queremos trabalhar no reconhecimento da marca em todas as áreas possíveis.

Pessoal que hoje assiste eSports no Twitch em cinco anos vai começar a trabalhar, ganhar bom dinheiro e, em vez de futebol, vão querer apostar em seus jogos de computador favoritos. A parcela de mercado dos eSports vai crescer, por isso obter reconhecimento neste mercado é extremamente importante. Preparar a base com antecedência significa obter cobertura e reconhecimento da marca de forma barata.

 

 

 Quais são as principais qualidades necessárias no marketing de afiliados para alcançar o sucesso?
O planejamento estratégico e a determinação de pontos de crescimento são coisas que vão te ajudar a permanecer no mercado por muito tempo. Não importa quem você é – um árbitro, representante de produto ou afiliado, tanto faz. Não dá para se manter apenas com uma reação às últimas tendências; você vai ficar estagnado de alguma forma. Ou seja, você vai estar no lucro financeiramente, mas não vai mais conseguir construir um império.

A próxima pergunta é sobre um detalhe importante de qualquer império. Como você descreveria a cultura corporativa da 1win?
Estamos tentando desenvolvê-la, temos um departamento especial que cuida disso. Obviamente, queremos contratar apenas os funcionários mais qualificados. As finanças são importantes, mas quando você oferece condições médias de mercado ou até um pouco mais altas, vai depender muito de quais benefícios especificamente outras empresas vão oferecer.

Por que, por exemplo, todos os desenvolvedores gostariam de trabalhar no Google? A resposta é simples: a empresa investe muito em seus funcionários para que eles se sintam o mais confortável possível. Trabalhar no escritório, interagir com os colegas e obter outros benefícios sociais, cursos, conferências. Portanto, queremos ser uma empresa em que as pessoas tenham vontade de trabalhar. É por isso que é tão importante acompanhar as melhores práticas de outras empresas.

E agora vem “aquela mesma pergunta.” Como funciona a colocação de produtos 1win no pornô? Quais são as expectativas dessas integrações?
Tanto antes quanto agora trabalhamos com performance. Para que investir tanto em mídia se existe performance, cujo resultado pode ser acompanhado com trackers e calculado de forma transparente, sabendo exatamente quanto ganhamos com isso? O reconhecimento da marca afeta a conversão; isso é bom tanto para o produto em si quanto para nossos webmasters, que atraem usuários.

Aliás, o valor que os jogadores apostam também aumenta: eles começam a jogar mais e por quantias maiores. Ao aumentar a confiança na marca, simplificamos a vida do departamento de retenção e trabalhamos para aumentar o LTV, os indicadores econômicos, e mais facilmente conseguimos o retorno do valor investido. Por isso investir em performance vale muito a pena.

Como a gente calcula quanto ganha com integrações ao pornô? Primeiramente, a gente analisa a cobertura, depois faz análise detalhada do post-view.

A área do marketing de afiliados está ficando mais madura? Qual é a sua opinião sobre isso?
Definitivamente. A gente percebe que surgem vários padrões corporativos na área. A burocracia, no bom sentido da palavra, atinge também as equipes de arbitragem, fortalecendo seu sistema operacional, auxiliando no estabelecimento de processos e no planejamento competente. As equipes afiliadas estão adquirindo projetos de terceiros, investindo em publicidade na mídia, inclusive comprando estandes em conferências, o que nunca vimos antes.

O “amadurecimento” dos próprios anunciantes também é perceptível. Eu fico com a impressão de que há alguns anos muitos produtos nem sabiam como calcular o retorno, comprando qualquer tráfego. Hoje a concorrência aumentou e agora, para receber grandes verbas dos anunciantes, o que importa não são tanto os volumes, mas sim a liquidez do tráfego.

Grandes anunciantes como a gente estão expandindo sua presença local em novos GEO’s para receber tráfego lá. Abrem seus escritórios contratando funcionários locais – tudo para fortalecer a presença do produto no GEO e exercer sua influência nos mercados locais em crescimento.

Você pode compartilhar as melhores práticas da empresa 1win que influenciam o processo do seu crescimento?
Os casos mais brilhantes e produtivos são bastante privados. Não estou pronto para compartilhá-los, não em uma entrevista.

Para ser sincero, sou um tecnocrata de espírito, por isso gosto de digitalizar tudo o que pode ser digitalizado. E se esta abordagem for aplicada numa empresa, ela será gerenciada com muita mais facilidade: controlar escritórios e colaboradores remotamente, fazer relatórios, regular e regulamentar processos que permitem crescer. Eu acho que a gente começou a fazer isso na hora certa, o que permitiu a gente acelerar rapidamente o 1win. Por isso recomendo a todos que se lembrem de duas palavras: análise e planejamento.

 

 

Revele um pequeno caso de sucesso do passado que ajudou vocês a crescer como produto?
Na época, o desenvolvimento do nosso próprio sistema analítico nos ajudou muito. Tivemos de investir muito tempo e esforço nisso, mas definimos todas as métricas, fizemos os dashboards necessários e começamos a estudar os dados. Com o tempo, começamos a olhar cada vez mais para os números e tentar basear nossas decisões neles. Isso melhorou significativamente a economia do produto e nos permitiu escalar mais rapidamente. Para ser sincero, eu construiria qualquer negócio desta forma, mas para produtos esta abordagem seria especialmente relevante.

Mas se o exemplo interno pode não parecer uma resposta muito direta à pergunta, então existe também um exemplo externo. O sucesso do 1win em conferências é um mérito do desenvolvimento sistemático desta área. Temos uma grande equipe que busca tornar cada novo evento único para os visitantes do estande. Considerando que a gente vai para diferentes lugares do mundo várias vezes por ano, fazer sempre algo exclusivo é uma tarefa muito ambiciosa.

Conte um pouco sobre o crescimento dentro da empresa. Como esse processo funciona?
Vou começar pelo meu caso pessoal, porque entrei na empresa como funcionário linear e em alguns anos subi para CVO. Aliás, a maior parte da alta administração da empresa são especialistas treinados internamente que passaram por um processo semelhante.

Ainda na fase da entrevista, a gente fala ao candidato que ele pode trazer qualquer ideia para a gestão e, se houver algo interessante nela, ela com certeza será testada, e o funcionário será recompensado, inclusive em termos de crescimento - essa pessoa pode se tornar a executora da própria ideia.

Por que os webmasters deveriam escolher o produto 1win?
Porque o futuro é nosso. Temos uma equipe forte, um planejamento estratégico competente e não trabalhamos apenas por dinheiro e carros. Queremos nos tornar o carro-chefe do mercado. As pessoas que sabem quais cartas tínhamos em mãos lá atrás e quanto nos custou as posições que temos hoje, não fazem a pergunta acima. Mas isso também não nos convém. Queremos ser ainda mais ‘fodas’. E depois mais e mais. E o mesmo queremos para cada um dos nossos parceiros.

E por último, dê conselhos para quem está começando sua jornada ou ainda não conseguiu se enquadrar no trabalho com tráfego. Como ter sucesso na arbitragem?
Resumidamente: trabalhar duro, adquirir conhecimento, testá-lo na prática e chegar às suas próprias conclusões.

Aprofundando um pouco mais, o “caminho para o sucesso” na arbitragem é muito individual e depende dos recursos disponíveis. A primeira coisa que me vem à cabeça depois da nossa conversa é que recomendo participar de conferências (e não ignorar os eventos online, neles também há muitos insights), ouvir a opinião de especialistas. Procurar entender o que eles dizem e por quê. E, claro, trabalhar com parceiros de confiança, sem isso não dá!

As gerentes de afiliados do 1win Partners irão ajudar a usar com sabedoria as informações úteis da entrevista com Roman e iniciar a cooperação. Quando tiver mais alguma coisa para ler, com certeza iremos avisar vocês em nossas redes sociais. Não esqueçam de se inscrever.

Instagram

Telegram

? (Twitter)

Fonte: 1win