DOM 16 DE DEZEMBRO DE 2018 - 14:23hs.
Atendendo os requisitos

Grandes estados do Brasil já se candidatam a receber cassinos com uma nova lei

Na próxima semana, o PL 186/2014 que tramita no Senado e contempla uma abertura total do Jogo no país, poderá voltar a ser tratado e votado na sessão de quarta-feira da CCJ. Esse amplo projeto contempla a instalação de cassinos em cidades com determinadas condições. Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Minas Gerais, entre outros estados, já se candidatam a receber os gigantes da industria mundial.

O projeto de lei aponta que estados até 15 milhões de habitantes receberiam um cassino desse gênero, com licença para atuar durante 30 anos; estados entre 15 e 25 milhões receberiam dois estabelecimentos, e estados com mais de 25 milhões acolheriam três cassinos.

Veja alguns dos que seriam os principais candidatos.

Bahia


Esse será um dos estados onde a corrida será mais apertada, pois teria apenas duas vagas e já quatro candidatos para os lugares. Salvador e Costa do Sauípe, sendo a capital e um grande resort turístico, parecem candidatos óbvios; mas a Chapada Diamantina e Porto Seguro também querem ter sua palavra.

Santa Catarina


Outro estado onde a corrida pode também ser bem apertada. O Costão do Santinho Resort é também daqueles candidatos óbvios, mas se fala que Balneário Camboriú também quereria aproveitar a oportunidade de pegar visitantes brasileiros e argentinos para jogar. O problema é que o estado barriga-verde fica bem longe dos 15 milhões necessários para ter mais que um cassino.

São Paulo


Por razões óbvias, esse é um dos mercados mais desejados. Os investidores de Las Vegas estão de olho e já se falou que gostariam de reservar o Anhembi. Já o Hotel Jequitimar, de Silvio Santos, é uma aposta antiga; o apresentador e empresário estaria esperando essa liberação há 20 anos, desde que iniciou a construção.

Rio de Janeiro


O prefeito Marcelo Crivella já recebeu em reunião, em 2017, o empresário Sheldon Adelson, presidente da Las Vegas Sands, uma das maiores empresas de cassinos americana. À mídia, Crivella não mencionou a palavra “jogo”, mas sim “investimento”, “turismo” e “imobiliário”, e apresentou Adelson como um possível parceiro da prefeitura carioca para, por exemplo, melhorar o Porto Maravilha. Outra hipótese falada foi o Hotel Nacional, em São Conrado. Petrópolis e Angra dos Reis adorariam também ter seu cassino local.

Minas Gerais


A própria Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, poderia virar resort com cassino – no que seria uma inversão curiosa da história, pois foi Oscar Niemeyer quem projetou o cassino de BH original e, assim, ele voltaria a ser o autor do projeto arquitetónico do cassino da capital mineira.

Fonte: GMB
 

Galería de fotos