QUA 24 DE ABRIL DE 2019 - 00:01hs.
Proposta pode ser votada em breve

Parlamentares apoiam a liberação dos cassinos no Brasil para alavancar o turismo

Por mais que o Brasil seja considerado um país com diversas opções relacionadas ao turismo está longe de ser uma potência turística. Justamente para reverter esta situação, a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo debate estratégias para melhorar estas condições. Segundo a presidente da Embratur, a ex-deputada federal Teté Bezerra, a proposta para a legalização dos cassinos de maneira física no Brasil deve ser votada em breve.

Parlamentar Mista em Defesa do Turismo debate estratégias para melhorar estas condições. Segundo a presidente da Embratur, a ex-deputada federal Teté Bezerra, a proposta para a legalização dos cassinos de maneira física no Brasil deve ser votada em breve.

Segundo o coordenador do colegiado, o deputado Herculano Passos (MDB – SP), a legalização do cassino, além de atrair novos turistas, que deixariam mais dinheiro estrangeiro em nosso território, ainda cria uma série de oportunidades de emprego e desenvolvimento locais:

“Tem turismo de aventura, turismo religioso, turismo de negócio, e o Brasil é o maior país em turismo ambiental do mundo. A legalização do cassino é uma matéria polêmica, mas é necessária porque temos que avançar para gerar oportunidade de emprego, desenvolvimento, riqueza para o nosso país“.

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, existem uma série de estudos no setor, que apontam que a liberação dos cassinos, de maneira bem pontual, apenas dentro de hotéis e resorts, resultaria na criação de 250 mil a 300 mil novos empregos, além de gerar uma receita de cerca de R$ 25 bilhões em arrecadações para o governo.

Segundo a presidente da Embratur, a ex-deputada federal Teté Bezerra, a proposta para a  legalização dos cassinos de maneira física no Brasil deve ser votada em breve:

“Essa proposta se encontra na Câmara federal e conta com todo o apoio da frente parlamentar, e deverá, nesse mandato agora, ser analisado e colocado em votação. Nós vemos com muita alegria o engajamento dessa frente, é uma frente muito forte“.

Vale salientar que a liberação ainda gera polêmica e existem diversas questões que não estão certas, acerca da regulamentação das casas de jogos. Existe uma frente que defende a liberação indiscriminada, incluindo as máquinas caça-níquel e as casas de bingo, e outro projeto visa a liberação apenas em regiões afastadas como meio de desenvolvimento do local.

No entanto, a princípio a proposta mais viável atualmente é a liberação dos cassinos em resorts e hotéis, onde, inicialmente, ficaria mais fácil a realização de um “teste controlado”, sendo possível realizar os ajusteis legais necessários, além de adequar as questões relacionadas a fiscalização. É importante salientar que, apesar de todos os atrativos turísticos, o Brasil ainda não figura como um dos principais destinos do mundo, e qualquer tipo de implementação para o crescimento do setor é bem-vindo, desde que bem estudado e implementado de maneira correta, como já ocorrem em países vizinhos.

Fonte: GMB / Jornal MG Turismo