QUI 23 DE MAIO DE 2019 - 16:52hs.
Otávio Leite, Secretário Estadual de Turismo do RJ

“Eu começaria com ao menos cinco cassinos no país e no mínimo um no Rio de Janeiro”

Otávio Leite, do PSDB, já foi deputado federal, vice-prefeito, deputado estadual e vereador, sempre pela cidade e estado do Rio. Atualmente, ele é secretário estadual de turismo. Em entrevista ao Diário do Rio, ele comentou sobre temas pertinentes à pasta que ocupa, como os cassinos. “A autorização para o funcionamento de cassinos é um tema que já está maduro, eu sou a favor, Brasil deve viver esta experiência”, afirma Leite.

De fala moderada e disposto ao diálogo Otávio Leite conversou com a reportagem do Diário do Rio na semana que marca o dia nacional do turismo, 8 de maio. Entre as questões da pauta estão o cassino na cidade no Rio, transporte hidroviário e ferroviário no estado, apoio estadual ao turismo na capital e em municípios do interior, entre outros assuntos:

Diário do Rio – Secretário, em sua análise, quais os maiores desafios para fazer o turismo voltar a crescer na cidade do Rio de Janeiro?
Otávio Leite –
O principal desafio é melhorar os índices de Segurança Pública. O que, na realidade, vem sendo alcançado. Afinal, os números dos primeiros quatros meses do Governo Witzel, em comparação ao mesmo período do exercício de 2018, já demonstram avanços significativos. Além disso, estamos cuidando de articular um programa de divulgação do produto Rio de Janeiro e dos potenciais dos municípios do interior em nível nacional e internacional. Implantamos ainda, o “Rumo ao Rio” que tem como finalidade a captação de eventos, congresso, feiras e seminários.

Quais as propostas para intensificar o turismo em todo o estado do Rio, uma vez que temos regiões belíssimas pouco visitadas?
Temos nos aproximado de todas as prefeituras, ajudando na divulgação dos produtos e destinos turísticos. O próximo passo é organizar um grande Salão de Turismo, que consistirá na vinda das cidades do interior à capital para mostrar seus atrativos ao mercado consumidor presente no Rio, que poderá assim, programar as suas férias, já adquirindo pacotes de viagens.

O Secretário acredita que a construção de um cassino no centro do Rio, na Região Portuária, como vem sendo ventilado, seria bom para o turismo em todo o Estado do Rio?
A autorização para o funcionamento de cassinos é um tema que já está maduro. Eu sou a favor, a questão é dimensionar. Acredito que o Brasil deve viver esta experiência, até para sentir e identificar o tamanho da demanda. Eu começaria com ao menos cinco cassinos no país e no mínimo um no Rio de Janeiro.

Qual sua opinião sobre a isenção de vistos para turistas americanos, japoneses e australianos?
Trabalhei ao lado do trade turístico durante 20 anos para podermos flexibilizar a exigência de vistos. Uma medida corajosa, relevante e que pode trazer muitos resultados. No entanto, para que isso aconteça é fundamental que os americanos saibam da novidade que esta ferramenta traz em termos de facilitar a sua vinda ao Brasil, sem burocracias. É necessário se organizar uma boa campanha no mercado norte-americano para que mais pessoas saibam desta importante medida.

Fonte: GMB