SÁB 14 DE DEZEMBRO DE 2019 - 15:04hs.
Fausto Franco, secretário do turismo do Estado

“Viajaremos a Las Vegas para dialogar com grandes hotéis e cassinos que queiram investir na Bahia"

O GMB segue a série de entrevistas que está realizando com os secretários de turismo do País para entender melhor o que os estados pensam sobre a legalização de cassinos. Desta vez, o secretário de turismo da Bahia, Fausto Franco, afirma que várias regiões que vão do Litoral Norte até o Sul do Estado podem se beneficiar com a instalação dos empreendimentos. 'Nossa agenda de viagens inclui visita à Imex America do Las Vegas para prospectar negócios e atrair investimento para a Bahia', afirma Franco.

GMB - Qual é sua posição frente à legalização dos cassinos no Brasil?
Fausto Franco - Vamos partir do princípio de que este é um assunto controverso, ou seja, está sujeito a uma série de questionamentos porque divide opiniões. Desde que sejam estabelecidos critérios claros para o controle, acho que a legalização é positiva e pode gerar ganhos. Os cassinos atraem turistas e geram oportunidade de emprego. Temos atuado em favor do crescimento do ecoturismo, do turismo de negócios, de aventura, religioso e náutico. Da mesma forma incentivamos a oferta de novos produtos turísticos, e os cassinos representam exatamente uma nova vertente para crescer. É necessário que haja controle, como o número de cassinos por estado, por exemplo. Mas isso a nova legislação pode estabelecer.

Os cassinos, na sua opinião, poderiam beneficiar o turismo do seu estado?
Sem dúvida a Bahia seria beneficiada com a oferta de um novo produto turístico. Assim como Las Vegas se preparou para receber visitantes de todos os continentes, nós temos uma oferta de atrativos que valoriza ainda mais um roteiro que tenha os cassinos como principal motivo da viagem.

É favorável que apenas cassinos em resorts sejam liberados ou crê que cassinos físicos independentes dos grandes hotéis também devem existir?
A proposta em análise no Congresso, que autoriza cassinos somente em complexos turísticos que contenham hotel de luxo, shopping, restaurantes e áreas de shows e entretenimento, tem um propósito bem definido. A ideia é elevar o tíquete médio do turista que nos visita.

Quais são as cidades que poderiam receber os cassinos no Estado?
A Bahia possui grandes complexos turísticos em várias regiões, desde o Litoral Norte até o Sul do Estado. Partindo de Baixio, até Santa Cruz Cabrália, os investidores terão as alternativas mais paradisíacas. Em mais de mil quilômetros de costa litorânea, a Bahia possui destinos que se destacam, como a Costa do Sauípe, Itacaré, Trancoso e a Ilha de Comandatuba. A Chapada Diamantina também oferece paisagens de tirar o fôlego, história, belezas naturais, trilhas e cachoeiras, cercadas de excelente infraestrutura e aeroporto.   

Tem acompanhado o que ocorre na Câmara de Deputados e Senadores com as leis de legalização do jogo? Acredita que este ano haverá novidades?
A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo sugere que os projetos ingressem na pauta de votação à medida em esteja construída uma relativa base de apoio às propostas. Vários assuntos do setor avançaram, como a abertura do capital estrangeiro para as companhias aéreas. É natural que a proposta de legalização dos cassinos chegue ao plenário.

Pensa em viajar a Las Vegas ou alguma outra cidade para analisar os benefícios econômicos dos cassinos para a Bahia?
Nossa agenda de viagens inclui visita à Imex America que acontece na Sands Expo, uma das maiores instalações de convenções do mundo, em Las Vegas. Nosso objetivo é dialogar com dirigentes de grandes cadeias de hotéis e cassinos, prospectar negócios e atrair investimento para a Bahia.

Fonte: Exclusivo Games Magazine Brasil