VIE 4 DE DICIEMBRE DE 2020 - 10:44hs.
Surpreendente declaração do presidente

Bolsonaro: “O índio norte-americano explora cassino em Las Vegas, aqui poderia ser feito isso”

O presidente Jair Bolsonaro fez, na noite desta terça-feira (10), mais uma transmissão em redes sociais para indicar apoio aos candidatos nas eleições municipais. Mas, no final, surpreendentemente ele chegou a declarar que almeja para o Brasil uma cena comum nos Estados Unidos: a de indígenas sendo donos de estabelecimentos de jogos em Las Vegas. “O índio norte-americano explora cassino em Las Vegas. Aqui, não é permitido, mas poderia ser feito isso”, afirmou Bolsonaro.

Durante a noite desta terça-feira (10), Bolsonaro dedicou momentos da sua live para fazer propaganda eleitoral para os candidatos que apoia. O convidado para a live foi o Coronel Menezes (Patriota), que concorre à prefeitura de Manaus. O Presidente pediu votos para Menezes e outros candidatos Brasil afora e reafirmou que o aliado está na briga pelo segundo turno, embora pontue cerca de 5% nas últimas pesquisas de intenção de votos.

Além de tempo aos candidatos a vereador e prefeito, Bolsonaro e Menezes discutiram sobre as propostas do candidato para a capital e interesses comuns no plano de governo do presidente. O ex-superintendente da Suframa esteve atento às palavras do presidente e ofereceu total submissão aos conselhos de Bolsonaro.

Ainda na live, o presidente chegou a declarar que almeja para o Brasil uma cena comum nos Estados Unidos: a de indígenas sendo donos de cassinos.

“O índio norte-americano explora cassino, em Las Vegas. Aqui, não é permitido, mas poderia ser feito isso. Tem um projeto que nasceu lá no Ministério de Minas e Energia, que permite que o índio, que ele decida. Se ele quiser fazer tudo que um fazendeiro faz, ele vai fazer. Se ele decidir garimpar, ele vai e garimpa”, comentou inusitadamente o presidente.

O presidente aproveitou a transmissão para falar sobre a pandemia e criticou as medidas de fechamento de estabelecimentos para evitar o aumento do contágio do novo coronavírus. “Não poderíamos ter feito do jeito que foi. Temos o vírus e o desemprego e, apanhei muito. Contribuímos com o auxílio de 600 reais por cinco meses e ajudou muitas pessoas, e hoje eles percebem que eu não estava errado”, declarou.

Fonte: GMB