DOM 31 DE MAIO DE 2020 - 15:58hs.
Marcelo Álvaro Antônio falou sobre seu novo projeto

No vídeo da reunião de 22 de abril, Ministro de Turismo defendeu a legalizacão dos cassinos

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, disse na reunião de 22 de abril que os cassinos representam uma “grande oportunidade” no Brasil, desde que seja “desmistificada” a questão da evasão de divisas e de lavagem de dinheiro. No famoso vídeo liberado hoje pela STF, o ministro sugere que o governo deve se fazer entender com a bancada evangélica para levar a pauta com êxito. “Nós temos a possibilidade de atrair pelo menos quarenta bilhões de dólares pro Brasil só de outorgas, de investimentos imediatos com essa pauta”, afirma Álvaro Antônio. Confira o vídeo a partir do minuto 42.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello liberou a divulgação do vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro. O ministro também incluiu a degravação de toda a reunião, em um arquivo com 75 páginas. Ali, entre tantos discursos do presidente Jair Bolsonaro e outros, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio aproveito para falar sobre seu projeto de legalizar os cassinos em resorts no Brasil.

“.. Eu quero, presidente, falar um assunto aqui que talvez seja muito polêmico mas eu acho que é importante esse debate nesse momento. Aí eu falo também pra ministra Damares (a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves), que eu sei que é uma pauta muito sensível também a ela, que é a questão, presidente, é... porque o ministério do Turismo agora tem que ter um planejamento, um plano de atração de investimentos, que é o que gera emprego, renda, é o que ajuda, obviamente, a economia do Brasil. E pra isso presidente, eu acredito que o momento propício nesse planejamento da retomada, discutir os resorts integrados. Não é legalização de jogos, não é bingo, não é caçaníquel, não é... são resorts integrados”, diz o ministro Alvaro Antonio no inicio de seu fala frente ao presidente Bolsonaro e seus colegas das outras pastas.

Após sustentar as vantagens da legalização, o ministro deu cifras contundentes de possíveis investimentos: “Obviamente, presidente, uma pauta que precisa de ser construída a - Damares tá olhando com cara feia pra mim - uma pauta que precisa de ser construída com as bancadas da Câmara, tanto a evangélica, quanto a católica, mostrando ou desmistificando vários mitos que giram em torno disso. Não sei se o ministro Paulo Guedes, é... concorda. Nós temos a possibilidade de atrair pelo menos quarenta bilhões de dólares pro Brasil só de outorgas, de investimentos imediatos com essa pauta”.

Mas o que precisa ser feito, presidente, é realmente desmistificar a questão de evasão de divisas, de lavagem de dinheiro, de tráfico de drogas e pra isso eu sugeriria que nesse debate podia con .. . podi . .. pudéssemos contar com o Ministério da Justiça, através da Polícia Federal, o Ministério Público na mesa, a Receita Federal, os órgãos de control”, explica o ministro admitindo que os cassinos ben regulados estão longe dos negócios ilegais e criminais que os opositores ao Jogo apontam.

Obviamente, presidente, uma pauta que só levaríamos pra frente se a gente conseguir é … pacificar, ou nos fazermos enten … nos fazer entender pelas bancada evangélica, pela bancada católica, pra que não haja uma distorção, é .. . na comunicação disso”, explica Marcelo Álvaro Antônio em referência a como vencer a resistência desses setores tão contrários a legalização dos jogos de azar no Brasil.

Tem que ser um projeto muito bem feito que eu acredito que pode ser e nesse processo da retomada, uma grande oportunidade pro Brasil atrair grandes complexos dos quais apenas três por cento são utilizados para os cassinos. E outra, isso não tem impacto diretamente nenhum na família dos trabalhadores brasileiros”, conclui o Ministro em seu discurso naquela reunião.

Damares não concordou com a posição do colega de Esplanada. "Pacto com o diabo!", disse a ministra sobre legalizar os cassinos. Mas o ministro da Casa Civil, general Braga Netto, não descartou o tema e sugeriu a Alvaro Antonio conversar sobre isso. "Proponha a data..a gente, reunimos os ministérios, a gente conversa...", acrescentou o general sem fechar as puertas para a ideia.

As palavras do ministro nesse vídeo são quase as mesma que usou ontem na live do jornal o Tempo de Minas Gerais onde descreveu o projeto da mesma maneira. Isso leva a pensar que ante da possibildade do vídeo ser divulgado hoje, ele preferiu adiantar o tema dos cassinos de forma tal que não resultaria em uma grande surpresa em relação ao projeto quando sociedade assistisse a reunião de 22 de abril, o que aconteceu hoje mesmo.

No ano passado, o ministro do Turismo se reuniu com empresários chineses interessados em investir no setor no país. O apoio aos resorts integrados tem como principal financiador no Congresso deputados do bloco conhecido como Centrão, que agora apoiam o presidente.

No final de 2019, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a ser consultado para saber se o governo apoiaria um projeto com esse teor. O tema, que desperta polêmica, foi objeto de idas e vindas na Câmara. Em 2015, a Casa instalou uma comissão especial para avaliar propostas de legalização de cassinos, bingos e jogo do bicho, entre outras modalidades.

A seguir confira a transcrição do discurso do Ministro de Turismo retirada do documento da reunião liberado nesta tarde:

 

 

Fonte: GMB