VIE 16 DE ABRIL DE 2021 - 00:57hs.
Os particulares são encorajados a fazer o mesmo

Uruguai decreta fechamento de cassinos estaduais devido ao aumento de casos de COVID-19

O governo uruguaio resolveu por meio de um decreto fechar os cassinos do Estado até 12 de abril devido ao aumento do contágio de casos de COVID-19. “Os cassinos privados são incentivados a cumprir essa disposição”, expediu o mesmo decreto, que também estabelece o fechamento provisório dos free shops localizados na fronteira com o Brasil até a mesma data.

O decreto do Poder Executivo chefiado pelo Presidente Luis Lacalle Pou afirma no artigo 12: “Os cassinos dependentes do Ministério da Economia e Finanças permanecerão fechados até 12 de abril de 2021. Os cassinos privados são incentivados a cumprir esta disposição”.

É o mesmo decreto que estabelece o fechamento "provisório" dos free shops localizados na fronteira com o Brasil até o dia 12 de abril, uma das medidas anunciadas pelo governo para conter o crescimento dos casos positivos.

No início da semana em coletiva de imprensa, Lacalle Pou havia anunciado a suspensão das aulas presenciais em todos os níveis de ensino até o culminar da Semana do Turismo e que as repartições públicas permanecerão fechadas até 12 de abril, exceto aquelas que oferecem serviços essenciais.

O objetivo dessas medidas adotadas pelas autoridades locais é tentar conter e reduzir o agravamento das infecções por COVID-19, agravado pelo aparecimento no Uruguai da variante P1 do coronavírus que se espalhou em Manaus, Brasil.

Antes de conhecer o alcance do decreto presidencial, a Associação Nacional dos Oficiais de Cassinos do Estado (Anfuce) divulgou nota afirmando que “durante o curso da pandemia, nenhuma sala de jogos do país causou surtos de COVID-19. Isso porque trabalhamos com um protocolo sanitário rigoroso, que foi aprovado pelo Ministério da Saúde Pública (MSP) e pela Secretaria de Planejamento e Orçamento (OPP).”

Fonte: GMB