JUE 16 DE SEPTIEMBRE DE 2021 - 18:19hs.
Japão

Yokohama cancela processo de IR

A cidade de Yokohama cancelou o processo de solicitação de um resort integrado (IR) na cidade, após a eleição do prefeito anti-IR Takeharu Yamanaka. Yokohama já havia tomado medidas para construir um IR na cidade sob a lei de 2018 do Japão que permite três desses resorts, abrindo um pedido de propostas para encontrar licitantes para operar o resort.

No entanto, o processo enfrentou uma grande oposição interna, que se tornou um tema central na eleição para prefeito de Yokohama, com nenhum dos três candidatos finais a prefeito apoiando o processo.

Essa eleição foi finalmente vencida por Takeharu Yamanaka, que se opôs publicamente ao resort. Ao se tornar prefeito, Yamanaka anunciou que o processo de IR seria cancelado.

Após esta notícia, um consórcio liderado por Genting Singapore, e também incluindo a operadora de pachinko Sega Sammy, disse que estava desapontado, mas não tinha escolha a não ser interromper sua busca pela licença.

“Estamos surpresos e decepcionados com a reviravolta inesperada dos acontecimentos que levaram à decisão da cidade de cancelar a Proposta de IR de Yokohama, já que a diretoria e a administração da empresa, junto com nossos parceiros de consórcio e parceiros de apoio dedicaram um tempo considerável e nosso melhor esforços para preparar e enviar uma oferta atraente e propor um investimento significativo que beneficiará a cidade de Yokohama e sua comunidade e, ao mesmo tempo, fará de Yokohama um destino turístico de classe mundial”, disse o conselho do Genting Singapore.

“A companhia gostaria de agradecer a todas as partes que apoiaram e contribuíram com nossa Proposta de IR de Yokohama e estendemos nossos melhores votos à cidade de Yokohama”, acrescentou a empresa.

Em junho, o governo de Yokohama anunciou que reduziu seus licitantes a dois concorrentes - a oferta do Genting Cingapura e uma da Melco Resorts.

Mas agora, o recém-eleito prefeito anti-cassino de Yokohama, Takeharu Yamanaka, confirmou que a cidade irá "abolir", com efeito a partir de 1º de outubro, o cargo especialmente designado para promover uma iniciativa de cassino apoiada por seu antecessor, Fumiko Hayashi.

Até três resorts de cassino serão permitidos nacionalmente no Japão sob o plano de liberalização.

Fonte: GMB / iGB