MAR 25 DE ENERO DE 2022 - 01:14hs.
Argentina

Mendoza terá um novo cassino com hotel três estrelas e lojas

À sala de jogos de San Martín, cuja inauguração aconteceu no final de dezembro, será acrescentada outra em General Alvear, com a particularidade de ter também um hotel e lojas. A sala de jogos provisória será inaugurada em janeiro, enquanto está em andamento a construção do novo projeto, que terá um cassino com 300 máquinas e um hotel com 29 quartos. A licitante vencedora é a empresa Hotelera Emprender SA, que administra o Cassino da Tower Inn & Suites de San Rafael.

O governador Rodolfo Suárez começou a traduzir sua nova estratégia e modelo de gestão em ação no Instituto Provincial de Jogos e Cassinos (IPJyC), em um contexto de crise econômica e de busca de maiores fontes de trabalho para Mendoza, o que implica uma mudança na política de fechamento de salas de jogos praticados pelo seu antecessor, o radical Alfredo Cornejo. À  sala de jogos de San Martín inaugurada na semana passada, será acrescentada outra em General Alvear, com a particularidade de ter também um hotel e lojas como a que está aberta no Leste.

Na comuna do sul, vai acontecer em janeiro a abertura provisória de uma sala com 212 slot-machines na região central. No entanto, esta será a fase prévia do projeto final, que contempla a construção de um hotel e lojas que irão abrigar o futuro cassino, fora do centro urbano, em frente ao recinto de feiras onde se realiza uma tradicional feira pecuária, a Ganadería de las Zonas Áridas, na Rota 188.

A licitante vencedora é a empresa Hotelera Emprender SA, que é propriedade de Claudio Andreani e administradora do Cassino Tower Inn & Suites de San Rafael. O grupo também possui ações da petrolífera Yancanelo, também em San Rafael, e de outros hotéis em províncias como Neuquén e Buenos Aires, além do vizinho Paraguai.

Este empreendimento terá um investimento de $ 474 milhões e inclui um hotel de 3 estrelas com 29 quartos, piscina e centros comerciais, incluindo um restaurante. Embora o salão provisório seja inaugurado, o que será construído terá 300 máquinas caça-níqueis. Toda a construção, que começou com o prazo da adjudicação em outubro passado, levará cerca de dois anos.

Por outro lado, a exigência em termos de mão-de-obra e emprego futuro é que pelo menos 80% dos contratados sejam de Mendoza ou com residência de pelo menos um ano. A previsão é de que, neste novo empreendimento, sejam gerados 72 empregos diretos.

O novo empreendimento não consta da lei 5.775 promulgada em 1991, que permitia a abertura de cassinos com hotéis cinco estrelas na Grande Mendoza ou hotéis quatro estrelas no interior da província. O Instituto de Jogos e Casinos explicou que se trata de um cassino estatal, por isso o hotel não se enquadra na categoria exigida.

No entanto, no Instituto ficaram satisfeitos com a contratação de funcionários do cassino San Martín, que contou com 95% dos funcionários de Mendoza.

Projetos de jogo superior

A política de Suárez busca mudar em certo sentido a simples instalação de cassinos ou salas de jogos em Mendoza, já que aponta mais para projetos de investimento maiores, que incluem a própria sala de jogos, seja com a instalação de um hotel ou shopping centers.

O objetivo é enfocar os novos empreendimentos com novas propostas comerciais que gerem mais empregos e também que estejam de acordo com o compromisso que Mendoza tem assumido com o turismo.

Desta forma, na segunda-feira foi inaugurada também uma sala no departamento de San Martín que terá, também no futuro, um hotel de 4 estrelas e que criará 500 postos de trabalho durante a construção da obra, e outros 315 quando esteja em pleno funcionamento a atividade hoteleira, gastronômica e comercial, em articulação com o próprio cassino.

Fonte: Los Andes