DOM 22 DE MAYO DE 2022 - 20:23hs.
Em Nagasaki e Osaka

Casinos Austria e MGM liderarão a revolução dos cassinos no Japão

O Casinos Austria International e a MGM provavelmente liderarão o nascimento dos jogos de cassino no Japão, com as prefeituras de Nagasaki e Osaka apresentando seus planos de desenvolvimento de área para suas respectivas ofertas de cassino ao governo nacional. Com a retirada de Wakayama da corrida, o Japão verá apenas dois estabelecimentos na primeira onda, em vez dos três previstos.

As prefeituras japonesas de Osaka e Nagasaki apresentaram suas propostas para construir um resort integrado ao Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão. Isso ocorre depois que as assembleias de ambas as prefeituras aprovarem os planos de desenvolvimento dos resorts.

A apresentação de sua proposta por Nagasaki – em parceria com a Casinos Austria International (CAI) – segue um controverso processo de licitação. Depois que três finalistas foram selecionados, a Oshidori International desistiu da licitação, dizendo que o processo de RFP não foi “implementado de forma ética ou justa”.

A oferta da CAI também enfrentou perguntas do público sobre a capacidade do operador de financiar o desenvolvimento, embora a CAI posteriormente tenha fornecido mais detalhes sobre seu plano de financiamento.

O investimento total no resort será de US$ 3,8 bilhões, que serão usados ​​para comprar os imóveis e construir e administrar o resort. A CAI contribuirá com US$ 825 milhões, com o restante de outros investidores ou empréstimos.

O processo de licitação de Osaka, por sua vez, foi menos dramático, pois um consórcio liderado pela MGM Resorts e pela empresa de serviços financeiros Orix foi o único licitante no processo.

O resort de Osaka envolverá um investimento de US$ 15,64 bilhões do consórcio e outros investidores para um terreno de 492.680 metros quadrados, com 65.160 metros quadrados de instalações de jogos.

O Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo foi incumbido de selecionar até três propostas de cidades e prefeituras que apresentarem propostas.

A prefeitura de Wakayama também procurou construir um resort integrado e selecionou a Clairvest Neem Ventures como seu licitante preferido, com o Caesars definida para operar o resort. No entanto, esta proposta foi rejeitada pela Assembleia da Prefeitura na semana passada.

Fonte: iGB