SÁB 19 DE OUTUBRO DE 2019 - 12:32hs.
6.000 espectadores no Ginásio do Ibirapuera

São Paulo recebeu pela primeira vez a BLAST Pro Series e os eSports tiveram sua grande festa

Fenômeno entre os jovens nos últimos anos, os eSports, não param de crescer no Brasil. Prova disso foi o BLAST Pro Series São Paulo disputado no Ginásio do Ibirapuera ante 6.000 espectadores. Com uma equipe brasileira na competição, a Made in Brazil (MIBR), apoiado pelo site da apostas Betway, o evento contou com a participação de seis dos melhores times de CS:GO (Counter-Strike) do mundo e uma premiação total de US$ 250 mil. A Astralis foi a campeã.

A Astralis venceu a Team Liquid e é a grande campeã da BLAST Pro Series São Paulo 2019, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O time dos dinamarqueses derrotou os norte-americanos por 2-1 e faturou o prêmio de US$ 125 mil (cerca de R$ 488 mil em conversão direta). A disputa aconteceu no Ginásio Ibirapuera, na capital paulista.

A MIBR, que representou o Brasil com sua line up brasileira, teve um desempenho ruim no campeonato e terminou em último lugar. Os gritos da torcida brasileira no Ginásio do Ibirapuera foram de arrepiar, mas não foram o suficiente para a MIBR conseguir uma vitória contra a Astralis e continuar na briga por uma vaga na grande final.

A BLAST Pro Series é uma liga de torneios de CS:GO que surgiu em 2017 e, de lá para cá, passou por diversas cidades do mundo. A edição de São Paulo foi a primeira a acontecer em solo brasileiro e premiou um total de US$ 250 mil (aproximadamente 956 mil em conversão direta).

A competição foi fortíssima no evento. A Astralis, equipe dinamarquesa tricampeã mundial chegou como grande favorita. Também estiveram no páreo Team Liquid (EUA), FaZe (Europa), ENCE (Finlândia) e Ninjas in Pyjamas (Suécia), todos entre os dez melhores times da atualidade.
 


A Betway, a casa de apostas online líder do mercado, fechou um contrato anual para patrocinar a BLAST Pro Series, que abrange oito eventos ao redor do mundo durante o ano. Três eventos – São Paulo, Miami e Madrid – dão início às Series de 2019, com a previsão de mais eventos a serem anunciados nas próximas semanas.

A Betway Group é uma provedora líder de entretenimento de alta qualidade que oferece apostas em esportes, cassino, bingo e poker. Fundada em 2006, a empresa opera em vários mercados online regulados e possui licenças no Reino Unido, Malta, Itália, Dinamarca, Espanha, Bélgica, Alemanha e Irlanda. Baseada em Malta e Guernsey, com unidades de apoio em Londres, Ilhas Man, Estocolmo e Cidade do Cabo, a equipe da Betway é formada por mais de 1.000 pessoas.

A BLAST, braço da empresa dinamarquesa Refresh, tem investido muito no mercado de Counter-Strike. Até agora, o evento lotou duas vezes a Royal Arena de Copenhagen (com 12 000 lugares), a Ulker Sports Arena em Istambul e a Altice Arena de Lisboa (ambas com 6 000 lugares). Depois de São Paulo, onde os 6 000 ingressos também esgotaram em apenas quatro horas, o torneio irá para Miami e Madri em abril e maio.

Steen Laursen, diretor de comunicação da marca, explicou que a missão da empresa é fazer a ponte entre os eSports e o mercado tradicional. “Já deixou de ser nicho. Pesquisas mostram que o jovem norte-americano com menos de 20 anos se identifica mais com times de esporte eletrônico do que esportes tradicionais. Nosso objetivo é ajudar a fortalecer este setor”, sinalizou.

O Counter-Strike é um jogo de tiro em primeira pessoa (FPS), onde dois times de cinco integrantes se enfrentam em jogos de até trinta rounds. Quem fizer 16 pontos primeiro vence. Existem dois lados, terrorista e contra-terrorista. O primeiro precisa plantar uma bomba no campo adversário ou eliminar todos os inimigos. Os defensores, por outro lado, devem proteger seu território ou desarmar a bomba em menos de 40 segundos. No cenário competitivo, as partidas pode ser jogadas em sete mapas diferentes.

Fonte: GMB