TER 12 DE NOVEMBRO DE 2019 - 07:19hs.
Entre os dias 19 e 21 de abril

Rio de Janeiro esta pronto para receber a grande festa do Dreamhack

Após o sucesso do Blast Pro Series em São Paulo, a Dreamhack traz pela primeira vez em sua história um de seus principais eventos para o Brasil. Entre os dias 19 e 21 de abril, o Parque Olímpico do Rio de Janeiro recebe oito equipes de Counter Strike: Global Offensive que disputarão o título da edição brasileira de um dos campeonatos mais importantes do circuito de CS: GO, com US$ 100 mil (R$ 400.000) em premiações. O evento também acontecerá em 2020, 2021 e 2022.

Alguns dos times em melhor fase do mundo estarão lá como os brasileiros da Furia, uma das favoritas ao título. A equipe formada por arT, yuurih, VINI, KSCERATO e ablej subiu mais de 200 posições no ranking mundial de CS: GO no último ano e é o principal novo expoente brasileiro na modalidade, chegando cada vez mais perto da já consolidada MIBR.

Serão 2 grupos com quatro equipes em cada, em um formato de eliminação dupla. O grupo A contará com os brasileiros da INTZ e da Furia, que enfrentarão a Avangar e a eUnited. Pela final do qualificatório para a competição, a INTZ foi derrotada pelos norte-americanos da eUnited. Agora, com a desistência da Luminosity, os intrépidos poderão se vingar.

Os playoffs começarão já na semifinal, com a primeira equipe de cada grupo enfrentando a segunda do grupo oposto. Na fase de grupos, somente os confrontos decisivos serão MD3. Já o mata-mata e a grande final será toda disputada em MD3.

Todos os times jogarão no primeiro dia de torneio, sendo a partida de abertura o confronto entre eUnited x Avangar. Já no dia seguinte, serão realizadas as partidas eliminatórias e as classificatórias.

A Betway preparou um infográfico interativo para entendermos melhor o evento e conhecermos algumas  estatísticas bem interessantes:

Além do CS:GO, a DreamHack Rio realizará um torneio de Rainbow Six Siege nos dias 19 a 21. A competição total para os participantes será de R$ 50 mil, com oito times na disputa. Black Dragons, FaZe Clan, Team Liquid e Immortals foram as primeiras equipes classificadas.

Brazilian Crusaders e Resilience se classificaram através de qualificatórias femininas. Restam duas vagas, que serão conhecidas no dia 19, através do fomato BYOC (Bring Your Own Computer - em tradução livre, "Traga seu próprio computador"), em que os fãs podem disputar as classificatórias.

Claudia Carla será a principal apresentadora do DreamHack. Ela já foi apresentadora de eventos como BGS e Campus Party. Agora ela fará parte deste evento focado na comunidade de tecnologia.

A DreamHack é o maior festival de computadores e a maior “LAN party” do mundo, reconhecido oficialmente pelo Guinness Book of Records. Já em 2009, o evento alcançava a marca de mais de 200.000 visitantes em suas atividades ao vivo pelo todo o mundo. Em 2015 as transmissões da DreamHack alcançavam 100 milhões de telespectadores, com 192 mil visitantes em uma mesma edição do festival .

Os festivais ocorrem durante três dias, ininterruptamente, contando com competições de esportes eletrônicos, espaço de lan (onde o público possa trazer seus próprios notebooks e periféricos e se conectar com a internet), shows de música ao vivo, exposições de novas tecnologias e artes, concurso de Cosplay, palestras, painéis, espaços para criadores de conteúdo e locais para acampamento. Além disso, todos os festivais da DreamHack são livres de álcool e drogas e abertos para todas as idades (menores de 16 anos devem estar acompanhados dos responsáveis).

Alem das atividades descritas acima a Dreamhack Rio 2019 contará com algumas atividades e competições de cunho social, como o Campeonato Vila Olímpica de FIFA 19, que convidará os campeões de cada Vila Olímpica participante desta competição, ao todo serão 10 Vilas competindo e os 4 melhores disputarão as finais no palco da Dreamhack Rio 2019. A Dreamhack disponibilizará 300 ingressos sociais por dia afim de oferecer uma oportunidade para o público de baixa renda participar do evento.

Para fortalecer o movimento Federativo dos esports no Brasil, as Federações do Rio de Janeiro (FERJEE), Bahia (FEBAEE), Sergipe (FESEEE) e Santa Catarina (FEESC) competem para representar a Confederação Brasileira de Games e esports (CBGeS) no Campeonato Sulamericano, nas modalidades League of Legends e FIFA19.

Dreamcup CSGO Feminino: A DreamHack Rio 2019 apoia o desenvolvimento do cenário feminino nos e-sports e convidou para participar do campeonato feminino algumas das melhores equipes da atualidade. Pain Gaming, Vivo Keyd, Team One eSports, Santos eSports e Imperial já confirmaram presença no torneio.

Calendário de jogos

Primeiro dia – 19/04
Grupo A Avangar x eUnited (MD1)  13h
Grupo B Valiance x W7M (MD1)            14h30
Grupo A FURIA x INTZ (MD1)                16h
Grupo B AGO x Sharks (MD1)                17h30
Grupo A Partida entre os vencedores (MD1)  19h
Grupo B Partida entre os vencedores (MD1)  20h30

Segundo dia – 20/04
Grupo A Partida eliminatória (MD3)                10h
Grupo B Partida eliminatória (MD3)                13h
Grupo A Partida classificatória (MD3)             16h
Grupo B Partida classificatória (MD3)             19h

Terceiro dia – 21/04
Semifinal

Primeiro do grupo B x Segundo do grupo A (MD3) 10h

Semifinal
Primeiro do grupo A x Segundo do grupo B (MD3) 13h

Final
Vencedores da semifinal (MD3) 17h

Premiação
A DreamHack Rio 2019 terá uma premiação total de US$100.000 dividida entre as oito equipes participantes.

1º colocado         US$ 50.000
2º colocado         US$ 20.000
3º-4º colocado     US$ 10.000
5º-6º colocado     US$ 3.000
7º-8º colocado     US$ 2.000