JUE 22 DE OCTUBRE DE 2020 - 04:08hs.
Novo patrocínio

Corinthians amplia acordo com Konami e estampará o logotipo do eFotball PES na camisa

Um dia após acertar com a Positivo Tecnologia, o Corinthians anunciou a ampliação do acordo de patrocínio com a Konami Digital Entertainment, Inc. A empresa de eSports se torna agora parceira global do clube paulista, com sua marca estampada nos números do uniforme do time. Até então, a companhia era “parceira oficial de videogame” do clube. E, de acordo com o Corinthians, passa a ter benefícios “completos integrados de marketing e marca dentro e fora do campo”. As duas partes não divulgaram o tempo de duração do novo acordo.

A Konami é a nova patrocinadora do Corinthians. A empresa japonesa expandiu sua parceria com o clube a passará a estampar o logotipo do eFotball PES dentro dos números do uniforme alvinegro.

O novo acordo foi anunciado na manhã desta quarta-feira. A Konami e o Corinthians já mantinham parceria, com a desenvolvedora sendo "parceira oficial de videogame" do clube e possibilitando a presença do time e da Arena no simulador de futebol virtual.

“A nossa relação de trabalho com a Konami até o momento tem sido extremamente bem-sucedida de uma perspectiva de licenciamento. Estamos muito empolgados com a ampliação dessa parceria e damos as boas-vindas como patrocinadora oficial”,  afirmou Andrés Sanchez, presidente do Corinthians.

 

 

Não vemos a hora de começar a próxima fase da nossa relação com a Konami e criar conteúdo divertido e empolgante que os torcedores do Corinthians e amantes do futebol vão adorar”, completou.

O logo do PES estará presente nos uniformes de jogo, treino e viagem, além de outras ações de marketing. O Corinthians expandiu suas atividades no esporte eletrônico recentemente.

O clube fechou uma parceria com a TTB Group e contará com um departamento de PES, que conta com os jogadores Felipe Mestre, Bruno "Futefacil" e Emerson "Ghalbim". Em parceria com a Immortals Gaming Club (IGC), o Timão tem um elenco campeão brasileiro e mundial de Free Fire.

Fonte: GMB / IstoÉ