JUE 15 DE ABRIL DE 2021 - 23:15hs.
Para impulsionar o turismo no estado

Nevada apresenta projeto de lei para regular eventos de eSports

Um legislador de Nevada quer que o Legislativo estadual crie um órgão sancionador modelado como a Comissão Atlética de Nevada para regular os jogos de eSports que colocam jogadores de vídeo e times uns contra os outros por dinheiro e campeonatos. De acordo com o senador estadual republicano Ben Kieckhefer, a mudança pode ajudar a atrair eventos e impulsionar o turismo em Las Vegas e no norte de Nevada. Estima-se que US$ 15 bilhões por ano são apostados em eSports em todo o mundo, disse Kieckhefer, colocando-o no mesmo nível do golfe e tênis.

O projeto tem uma primeira audiência marcada para amanhã (quarta-feira), antes da reunião do Judiciário do Senado estadual.

O senador estadual republicano Ben Kieckhefer disse ao Reno Gazette Journal que a criação de um órgão de supervisão estadual poderia ajudar a atrair eventos e impulsionar o turismo em Las Vegas e no norte de Nevada. “Essa é a esperança”, disse ele, apontando para a regulamentação da Comissão Atlética de artes marciais mistas. “Essa parceria com esses eventos realmente ajudou aquela indústria a explodir e crescer até o que é hoje”, acrescentou.

Segundo a medida, o governador indicaria um diretor executivo da comissão e comissários para regulamentar os eSports e exigir que os patrocinadores obtenham autorizações para eventos com bolsas de mais de US$ 1.000. A comissão precisaria de financiamento estatal.

Nevada tem uma Comissão de Jogos e um Conselho de Controle de Jogos, líderes do setor. A legislatura em 2019 criou um Conselho de Conformidade com a Cannabis para regular o lucrativo mercado de maconha legal do estado.

Kieckhefer disse que os eSports estão crescendo e que quase 5.300 torneios foram realizados em todo o mundo em 2019, atraindo mais de 27.000 jogadores e milhões de telespectadores ao vivo ou online. Espera-se que o setor gere cerca de US$ 1,6 bilhão em receita anual até 2023, em comparação com US$ 950 milhões em 2020.

Estima-se que US$ 15 bilhões por ano são apostados em eSports em todo o mundo, disse Kieckhefer, colocando-o no mesmo nível do golfe e tênis.

Ele disse que o novo Allegiant Stadium, com 65.000 lugares, casa do Las Vegas Raiders, pode receber grandes eventos como o campeonato mundial League of Legends, que está esgotado, agora realizado em locais rotativos a cada outono.

A final de 2018, realizada em Berlim, Madri e Paris, foi assistida por quase 100 milhões de telespectadores únicos, identificados por seus endereços IP, de acordo com números do League of Legends. E foi acima de 60 milhões de espectadores em 2017.

Em 2016, última vez que os campeonatos foram realizados na América do Norte, as sedes foram em Chicago, São Francisco, Nova York e Los Angeles.

Kieckhefer, que representa a área de Carson City, disse que o norte de Nevada também pode sediar eventos. Ele citou o exemplo de eventos sediados no National Bowling Stadium de 78 pistas, inaugurado em 1995.

Fonte: GMB / AP