JUE 16 DE SEPTIEMBRE DE 2021 - 19:39hs.
16/09 às 15 horas

eSports e poker são temas do novo webinar da SECAP

Dando continuidade ao ciclo de webinars organizado pela SECAP/ME, acontece na próxima quinta-feira, 16, um painel sobre “eSports & Jogos de Habilidades Mentais”, que mais uma vez terá a moderação do Secretário de Avaliação e Loterias, Gustavo Guimarães. Ele recebe para a conversa Igor Federal Trafane e Leo de Biase, que discorrerão sobre a atualidade dos esportes eletrônicos e do poker. O evento será através do YouTube.

A Secretaria de Avaliação, Energia e Loterias – SECAP, do Ministério da Economia, irá realizar no dia 16 de setembro, a partir das 15 horas, mais um webinar para trazer à discussão temas ligados à atuação do órgão. Desta vez, o painel irá abordar os eSports e o poker, duas modalidades que vem crescendo ano a ano no Brasil.

No encontro, Gustavo Guimarães, Secretário da SECAP, receberá Igor Federal Trafane, empresário ligado ao poker, presidente da Confederação Pan-Americana de Pôquer e um dos principais responsáveis pelo reconhecimento da atividade como um jogo de habilidade, e Leo de Biase, diretor da BBL eSports.

O poker se transformou nos últimos anos graças ao trabalho de Igor Federal para tornar a atividade reconhecida como um esporte da mente. Além disso, o setor cresce vertiginosamente e o grande exemplo disso é o WSOP, campeonato mundial de poker que atrai cada vez mais a atenção de brasileiros. Muitos dos jogadores que conquistaram anéis e braceletes, símbolos máximos da conquista de títulos, são do Brasil.

Quanto aos eSports, o Brasil já se consolidou como o terceiro país do mundo na categoria, atrás apenas de China e Estados Unidos, com as principais modalidades lançando campeões. Atualmente, tem mais de 215 milhões de fãs no mundo, sendo 10% apenas no Brasil. Mais do que esporte eletrônico, a atividade é um negócio lucrativo, com faturamento global superior a US$ 1 bilhão.

Todas essas questões serão discutidas no webinar da SECAP, que já disponibilizou inclusive um formulário para perguntas prévias que embasarão os debates, além daquelas a serem feitas diretamente pelo chat do YouTube durante a realização do painel.

Fonte: GMB