VIE 12 DE JULIO DE 2024 - 13:33hs.
Ronaldo Kos, head LatAm

"IDnow está trazendo a melhor tecnologia de identificação e validação de jogadores para o Brasil"

Em entrevista exclusiva ao GMB, Ronaldo Kos, head LatAm da IDNow, afirmou que desde o ano passado a empresa se dedica ao mercado brasileiro de apostas esportivas e jogos online. Ele falou do compromisso com o país e que o foco em tecnologia e recursos humanos são as ferramentas para todo o ecossistema de identificação e validação de jogadores no iGaming. “Combater a fraude requer responsabilidade e colaboração, princípios fundamentais que entregaremos aos parceiros locais”.

 

Games Magazine Brasil – Estar no Brasil se apresentando para o mercado brasileiro significa o que exatamente para a IDNow?
Ronaldo Kos –
Um momento muito importante. A IDnow é uma empresa com anos de tradição no mercado. No final do ano passado, fechamos alguns contratos aqui no Brasil e na América Latina. Entre os exemplos, cito a EstrelaBet, por exemplo. Isso levou a IDNow a se decidir a investir pesado no mercado brasileiro e América Latina. Agora, como head LatAm, tenho a missão de trazer a IDnow e nossa experiência em mercados regulados, para o Brasil e América Latina. Então, para nós é um momento muito importante. Nossa meta é proteger o mercado, o jogador e o operador. Então, quando o mercado se regula, o que oferecemos é nossa experiência para poder ajudar os operadores a proteger o nosso mercado.

Como fazer do mundo online um lugar mais seguro?
Bom, com muita tecnologia e com muito recurso humano. A empresa tem mais de 450 funcionários trabalhando dia e noite para integrar com os órgãos governamentais, com as forças policiais e com toda a estrutura de documentoscopia. Só um exemplo, nossa head de fraude é ex-Interpol. Então, a empresa investe muito em pessoas e em tecnologia, exatamente para que nesse mercado digital que a gente vive hoje em dia, tragamos uma segurança extra, um layer extra para proteger os jogadores, os operadores e o mercado.

 



Qual o segredo para se combater a fraude?
Olha, vivemos com o combate à fraude desde sempre. Combater a fraude é um trabalho dia e noite e exige basicamente dois pré-requisitos: responsabilidade e colaboração. Quando existe colaboração entre a indústria privada, entre os fornecedores de serviço, os operadores, sejam operadores de betting, operadores de pagamento, quem for, e os órgãos de regulamentação, estamos no caminho certo para chegar naquela régua que a gente precisa ter, que é aquela régua alta. É colocar o Brasil, que está nessa posição de regular agora o mercado, da forma mais alta possível, com os melhores standards, com as melhores práticas. E é isso que a IDnow quer trazer pro mercado brasileiro, para o mercado latino-americano.

Com toda a experiência de vocês no mercado global é fácil entrar nesse mercado regulado brasileiro?
Não, não é fácil. A gente brinca que o Brasil não é para amador. E o Brasil, não é um Brasil; são vários ‘brasis’. Então, vir para o Brasil, como empresa alemã, de muito compliance, de muita estrutura e responsabilidade, para eles entenderem o mercado brasileiro e a nossa cultura, leva tempo. Mas o bom é que a gente começou lá atrás e aprendemos. Eu estou aqui como a cara brasileira da empresa e, como já citei, com excelentes clientes, como a EstrelaBet e a Entain. Ou seja, já estamos muito integrados ao mercado brasileiro e com a vantagem da experiência em trabalhar em mercados regulados. A hora que você regula o mercado, você coloca todo mundo mais ou menos no mesmo nível, que é o mais alto do mercado.

Fonte: Exclusivo GMB