DOM 16 DE DEZEMBRO DE 2018 - 16:55hs.
Noite de autógrafos

Prestes lança em São Paulo livro em que defende a legalização do jogo

Em concorrida cerimônia com empresários, simpatizantes do setor de jogos, artistas e intelectuais, o especialista em economia Luz Carlos Prestes Filho lançou em São Paulo o livro “Teoria das Probabilidades – no Jogo, na Ciência e nas Políticas Públicas”. Com patrocínio da Loterj e apoio da Abrabincs, o autor defende a abertura do jogo no Brasil e a define como “uma visão global sobre a democracia em nosso país”.

Neste livro, Prestes promove o debate sobre o jogo a partir de uma análise interessante do entulho autoritário que privou os brasileiros das diversas modalidades de jogo a partir da proibição dos cassinos, na década de 1940, do estrangulamento das loterias estaduais em benefício do monopólio da União para a exploração da atividade e de um decreto-lei de 1967 que afirmava que era “dever do Estado, para salvaguardar a integridade da vida social, impedir o surgimento e a proliferação de jogos proibidos que são suscetíveis de atingir a segurança nacional”.

Para ele, lançar o livro em São Paulo é um momento especial, pois temos a mais importante economia do Brasil e é onde está a sede da Abrabincs, associação que defende o setor, e o próprio portal www.gamesbras.com, a quem agradeço imensamente o apoio não só à atividade, mas também ao meu livro. Fica aqui o meu agradecimento especial a você, Gildo Mazza, pela amizade e pela ajuda na divulgação do “Teoria das Probabilidades”.

Segundo ele, “não estou neste lançamento sozinho, pois tenho ao meu lado quatro estudiosos que assinam capítulos do meu livro e que são de São Paulo. São Paulo tem papel importante para a regulamentação dos jogos, pois é uma das duas grandes cidades que certamente irá atrair bilionários investimentos para a implantação de um cassino tão logo a atividade seja aprovada”, diz

Por outro lado, de acordo com Prestes, “fazer o lançamento em São Paulo é uma maneira de dialogar com muitos segmentos importantes que estão militando pela aprovação de uma lei séria para o Brasil, já que excelentes escritórios de advocacia têm mostrado a importância de uma atividade baseada em legislação consistente e que vise ao desenvolvimento do setor. Grandes estudiosos tributários e fiscais também têm suas bases na cidade e é importante trocar experiências com eles para fortalecer a demonstração do quanto o Brasil pode arrecadar com os impostos do jogo e o quanto isso irá fortalecer a sociedade com a geração de empregos”.

Para Prestes, a riqueza do setor deve ser para a sociedade e não para o operador ilegal. “Acredito que até mesmo esses operadores querem a regulamentação para poderem se inserir num mercado transparente que os levem a fazer parte da cadeia produtiva brasileira”.

De acordo com o autor, “é o momento de todos unirem esforços para aprimorar o debate que travamos nos últimos anos e que, na minha opinião, tem a ver com o processo democrático brasileiro. Não podemos mais ter jogos proibidos por decretos-leis de momentos ditatoriais pelos quais o Brasil passou nos últimos 70 anos”.

Presente ao evento, Olavo Salles da Silveira, presidente da Abrabincs e apoiador da publicação do livro, afirmou que “o livro faz uma abordagem técnica e científica dos jogos e mostra o quanto a aposta está no nosso dia-a-dia, até mesmo na escolha de um caminho com menos trânsito do que outro que poderia estar pior. O livro pode oferecer subsídios para debates mais sérios sobre o aspecto dos jogos na nossa vida cotidiana”.

Para ele, não existem mais dúvidas no Parlamento sobre os benefícios da atividade, “mas nem todos tem a coragem necessária de se manifestar abertamente diante de seus eleitores. Hoje vivemos um momento importante, pois a sociedade já demonstrou o seu apoio aos jogos, tanto pelo entretenimento em si quanto pelos benefícios com a geração de empregos. E isso será preponderante no momento em que senadores e deputados forem votar pela aprovação ou não de uma legislação para a atividade”, atesta. “Diversas pesquisas têm sido divulgadas e os parlamentares estão atentos aos resultados. O que nos falta é buscar mais apoio da grande mídia no sentido de que percebam os benefícios que temos mostrado aos parlamentares para que essas informações reforcem o apoio da opinião pública”, diz Olavo.

Segundo ele, o tema continuará na pauta e não há mais dúvidas de que na retomada nos trabalhos legislativos, em fevereiro do próximo ano, as discussões estarão cristalizadas na opinião da sociedade e “os parlamentares estarão atentos a isso”.

Para os interessados, informamos que o livro estará disponível em todas as livrarias que trabalham com a Editora E-papers/Frutos (R$ 45,00) e no site da editora (R$ 36,00 para a versão impressa e R$ 18,00 para a versão digital). Os sites da editora são http://www.e-papers.com.br  e http://www.editorafrutos.com.br

Fonte: GMB