SÁB 14 DE DEZEMBRO DE 2019 - 16:02hs.
Segundo o ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni

Bolsonaro planeja repassar aos estados a decisão sobre legalizar cassinos e jogos de azar

Durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro se posicionou contra a liberação de cassinos e jogos de azar no Brasil, mas cogitou a possibilidade de deixar que cada estado decidisse sobre o assunto. E essa é a tendência que se aproxima. De acordo com Onyx Lorenzoni, o tema deve ser tratado junto com as mudanças nas regras do pacto federativo. “Isso aceleraria o processo de configuração dos cassinos, principalmente em áreas turísticas”, defendeu o ministro da Casa Civil.

Na última quinta-feira (19), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, falou sobre o assunto em evento na Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA).

Em resposta à pergunta do empresário Eduardo Oltramari sobre a possibilidade de legalização dos cassinos, o ministro disse que a proposta de dar autonomia às unidades da federação para decidirem se querem ou não permitir a atividade é a mais sólida dentro do governo.

“Isso aceleraria o processo de configuração dos cassinos, principalmente em áreas turísticas”, defendeu Onyx. Segundo o chefe da Casa Civil, o tema deve ser tratado junto com as mudanças nas regras do pacto federativo no ano que vem.

Caso paute a discussão, o governo terá um aliado de peso para aprovar a iniciativa. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é um ferrenho defensor da liberação dos jogos de azar no país.

Fonte: GMB / GaúchaZH