VIE 10 DE ABRIL DE 2020 - 17:06hs.
Na Flórida

Seminário Empresarial Brasil-EUA abriu espaço para o debate da legalização dos jogos

Um público de 300 lideres empresariais e formadores de opiniões de ambos os países participaram nesta segunda-feira do Seminário Empresarial Brasil-EUA, no Hotel Hilton Miami Downtown. A legalização da atividade e aprovação do Marco Regulatório dos jogos fez parte da pauta do encontro e foi defendida por André Feldman, CEO da BIG – Brazil Internacional Games, convidado para o evento que mostrou a importância de se regulamentar todo o setor e não apenas os cassinos em resort.

O evento foi promovido e organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com o apoio do Ministério das Relações Exteriores, do Consulado-Geral do Brasil em Miami e do Banco do Brasil Américas. A relação de palestrantes do evento contou com diversas autoridades, a maior delas, o presidente Jair Bolsonaro, que foi responsável pela palestra de abertura do encontro.

Representando a indústria de jogos brasileira, André Feldman, CEO da BIG – Brazil Internacional Games, defendeu aos empresários presentes a aprovação do Marco Regulatório dos Jogos e não apenas a liberação dos cassinos-resorts. Segundo ele, os investidores brasileiros precisam apoiar essa causa a fim de poder desenvolver a economia nacional.

“Expliquei a minha posição de se legalizar o setor inteiro; o mercado de jogos como um todo e não só a parte dos cassinos integrados. Acredito que temos que regulamentar o jogo como um todo. A gente não pode abrir um setor, um país e dar tudo de presente, 100%, para os grupos estrangeiros. Os brasileiros têm direito de participar e estar presente nessa indústria”, afirmou André Feldman ao GMB.

 

Dep. Eduardo Bolsonaro e o empresário André Feldman

 

O empresário conta que foi possível conversar sobre a legalização da indústria com autoridades brasileiras, como o Dep. Eduardo Bolsonaro; o presidente da Embratur, Gilson Machado; o governador do Paraná, Ratinho Junior, entre outras. Segundo ele, o debate sobre a legalização dos jogos já tem um bom apoio e dever ganhar mais terrenos aos poucos.

“Foi um tema muito falado no evento, bem discutido, está na boca de todo mundo e na pauta. Conversei com o governador do Paraná, Ratinho Júnior, que me disse que também está apoiando a legalização. Ou seja, temos boas perspectivas, mas temos de ir em um tijolinho por vez para a construção do caminho”, concluiu André Feldman, CEO da BIG – Brazil Internacional Games.

Além da indústria de jogos, outros setores que também apresentaram as oportunidades que podem oferecer à economia foram biotecnologia, alimentos e bebidas, defesa, casa e construção, entre outros.

Membros do governo brasileiro também fizeram parte da lista dos oradores convidados, os ministros Paulo Guedes, da Economia; Bento Albuquerque, de Minas e Energia; e Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Pelo lado americano estiveram presentes os prefeitos Francis Suarez, de Miami; Carlos Gimenez, de Miami-Dade e o senador Rick Scott.

Fonte: GMB