MAR 19 DE ENERO DE 2021 - 06:19hs.
SINDGASSP

Sindicato da Garçons de São Paulo pede pela legalização dos jogos no Brasil

Na rede social, o SINDGASSP (Sindicato dos Garçons Autônomos e Similares do Município de São Paulo e da Grande São Paulo) divulgou que é a favor da volta dos bingos e dos cassinos para o Brasil. Para eles, legalizar essas atividades “será de suma importância para tirar o país desta crise de desemprego e sair do buraco”. Em conversa exclusiva com o GMB, o presidente do sindicato, Carlos Nunes, afirma que, a partir da regulamentação dos jogos de azar, essas empresas darão empregos para muitos brasileiros.

Em um bate-papo com o GMB, o presidente do SINDGASSP listou diversos benefícios que a legalização dos jogos de azar pode trazer para o Brasil, dentre elas o poder de dar empregos dignos para os brasileiros “que hoje atuam em casinhas clandestinas”, e a ativação da economia do país. 

“Em 2010, o meu ex-patrão comprou um bingo-cassino na Bolívia (Santa Cruz de La Sierra). Trabalhei neste bingo por 7 meses, acabou o meu contrato e voltei para o Brasil. Foi uma ótima experiência que obtive por lá e percebi que muitos brasileiros iam jogar nos Bingos de lá, ficando dias hospedados nos hotéis da cidade. Este dinheiro não poderia ter ficado por aqui? É claro que sim!”, opina Nunes.

O post publicado na rede social do sindicato avisa que o SINDGASSP vai pressionar os políticos e as autoridades para isso. Algumas das maneiras de alcançar esse objetivo acontecem ao enviarem ofícios e jogarem nas redes sociais a necessidade da reabertura desta indústria, chamando a atenção do público para este tema. “Quantos trilhões não estamos deixando de arrecadar desde 2007? Daria para direcionar recursos dessas casas de jogos para o esporte e algo mais”, reflete o presidente.

Nunes tem estado de olho nos PLs que surgem na Câmara e depoimentos de governantes sobre as atividades que saem na mídia, porém ele tem suas ressalvas em relação a alguns deles. “Jogos não podem ser somente em resorts e muito menos só para estrangeiros. Deverá ser para todos, se não os brasileiros sairão daqui para jogar em outros países. Não tem lógica”, revela. 

“Os cassinos deverão ser localizados em resorts e em hotéis nas praias mais famosas, como Guarujá, Leblon, Florianópolis, Recife, Fortaleza, etc. Como Entidade, somos a primeira a levantar esta bandeira para a reabertura dos bingos e dos cassinos no Brasil, pois somos a favor do trabalho, do emprego e do desenvolvimento no nosso País. Eu digo que, os deputados, os senadores e o próprio governo só estão olhando para o próprio umbigo, quando consegue olhar, pois estão de barrigas cheias”, conclui Nunes.

Fonte: Exclusivo GMB