MIÉ 7 DE DICIEMBRE DE 2022 - 06:46hs.
Guilherme Bueno de Camargo, secretário de Fazenda

“Cidade de São Paulo reduzirá impostos para receber casas de apostas e espera urgente a regulação”

A cidade de São Paulo acaba de propor à Câmara Municipal a redução do ISS para 2% na prestação de serviços de entretenimento, de maneira a atrair empresas do setor de apostas esportivas. Em entrevista exclusiva ao GMB One-On-One, o secretário de Fazenda, Guilherme Bueno de Camargo, fala da expectativa de uma rápida regulamentação da atividade para que o município receba tais companhias.

O município de São Paulo é o terceiro maior orçamento do Brasil, perdendo apenas para o da União e para o do Estado de São Paulo. Uma das principais cidades da América Latina, São Paulo mais uma vez saiu na frente ao propor a redução do ISS para o setor de apostas esportivas, fantasy games, loterias, bingos e fantasy games, entre outras atividades de entretenimento, por meio do Projeto de Lei 613/2022.

Para falar sobre a iniciativa, o GMB conversou com exclusividade com o secretário municipal de Fazenda, Guilherme Bueno de Camargo, para quem “São Paulo sai na frente por entender os benefícios da atividade e por ter a certeza de que tem todas as condições para receber as empresas deste setor, em franco crescimento”.

De acordo com o secretário, a cidade de São Paulo está em um momento particularmente importante, sendo apontada pela agência de rating Fitch como muito propícia para receber investimentos e totalmente preparada, do ponto de vista de infraestrutura, para abrigar o setor de apostas esportivas.

Temos os maiores aeroportos do país, com voos diretos para as principais cidades do mundo, uma rede de telecomunicações avançada com 5G já funcionando e cabeamento de fibra ótica em boa parte do território”, comentou.

Tudo isso foi mostrado por Guilherme Bueno de Camargo há poucos dias, no SBC Summit Latinoamérica, em Miami, de maneira a apontar as vantagens para que empresas de apostas esportivas se instalem na cidade. “Temos muita segurança de que São Paulo é o local certo para essas empresas se instalarem. Além disso, São Paulo tem uma mão-de-obra bastante especializada e à disposição. Apontei que a cada ano criamos 33 mil novas vagas em cursos de nível superior na área de tecnologia. Mostrei que São Paulo tem todas as condições para receber empresas globais”, comentou.

O secretário acredita que o projeto de lei que reduz o ISS seja aprovado até o final do mês e espera para o quanto antes a regulamentação das apostas esportivas. “O Brasil está perdendo com a ausência da regulamentação. Já poderíamos estar arrecadando recursos importantes. E não só as cidades, mas também o governo federal, que receberá uma parcela significativa dos valores que circulam por esta indústria. Então, é importante regulamentar essa atividade em crescimento, especialmente porque estamos deixando de arrecadar recursos importantes para a administração pública”, concluiu.

Fonte: Exclusivo GMB