SÁB 20 DE ABRIL DE 2019 - 09:12hs.
Reunião em Brasília

Novo presidente da Caixa promete a FEBRALOT que as loterias não serão privatizadas

Pedro Guimarães se reuniu pela primera vez desde que assumiu o comando da Caixa Economica Federal com os lotéricos de todo o país representados pelos sindicatos estaduais e pela Federação Brasilera de Empresas Lotéricas (FEBRALOT). Ele explicou que as loterias passarão por um processo de mudança e deixarão de ser uma área dentro da entidade e passará a ser uma empresa de capital aberto proporcionando a entrada de acionistas, mas sempre com o controle da gestora.

No dia 23/01, os lotéricos foram apresentados ao novo presidente da Caixa que fez uma longa explanação de seus planos a frente da instituição e os reflexos para toda rede lotérica. Em sua fala comentou principalmente que não haverá privatização das loterias e que em sua gestão o canal será muito valorizado.

As loterias passarão por um processo de mudança e deixarão de ser uma área dentro da entidade e passará a ser uma empresa de capital aberto proporcionando a entrada de acionistas, mas sempre com o controle por parte da gestora. Também nesta oportunidade foi apresentado o novo presidente desta empresa. Maiores detalhes destas mudanças serão anunciados em nossas próximas reuniões.

As explanações foram bem recebidas por todos os sindicatos presentes que procuraram neste primeiro momento não entrar em grandes discussões, pois os presidentes assumiram há poucos dias e ainda estão se familiarizando com os problemas da rede.

Na sequência ocorreu uma reunião com a SUALO e os principais temas tratados foram a Loteria Federal, suas mudanças e a implantação do SUPERSETE.

Na Loteria Federal foi comunicado que a partir de março já estará sendo implantada a nova distribuição de bilhetes, onde quarta e sábado passarão por alterações em suas quantidades. As cotas serão 100.000 bilhetes nestes dias promovendo uma redução de mais de 60.000 bilhetes em cada semana.

A princípio todos os empresários deverão ter suas cotas reduzidas em 40%, no sábado, e aumentadas em 10% na quarta. Os valores passarão dos atuais R$ 30,00 para R$ 40,00 mantendo assim o faturamento atual. As Superintendências Regionais aproveitarão esta oportunidade para acertos pontuais nas cotas de bilhetes.

Fonte: GMB