DOM 26 DE MAIO DE 2019 - 10:16hs.
Declarações de Pedro Guimarães

Caixa quer arrecadar R$ 15 bilhões com a venda de ações que incluiem a área de Loterías

Em uma entrevista ao jornal O Globo, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, manifestou que o banco espera arrecadar ao menos R$ 15 bilhões com a abertura de capital de quatro de suas subsidiárias que atuam nas áreas de cartões, seguros, loterias e gestão de ativos. Segundo suas estimativas, as operações relacionadas com a Caixa Loterias têm a abertura programada para o período entre janeiro e abril de 2020.

“Temos planos de fazer a abertura de capital das empresas de cartões, seguros, loterias e asset (gestão de ativos) ao longo do segundo semestre deste ano e do primeiro semestre do ano que vem,” comentou o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, em uma entrevista publicada neste fim de semana no Globo.

Quanto ao processo dessas operações, com as quais o banco espera arrecadar ao menos R$ 15 bilhões, Guimarães comentou que “está avançado. Já vou ter um road show das áreas de cartões e seguros em junho.”

Ao ser consultado sobre o cronograma, Guimarães deu mais detalles: “Caixa Seguradora e Caixa Cartões, entre setembro e dezembro deste ano, e Caixa Loterias e Caixa Asset entre janeiro e abril do ano que vem".

Com respeito ao que pretende a entidade em relação a participação dos brasileiros neste tipo de operações, Guimarães comentou: “Vamos fazer uma oferta minoritária. E queremos envolver o varejo. Temos menos de 800 mil pessoas investindo em ações no Brasil. É menos de 0,4% da população. Nos países desenvolvidos, são 25%. Se a gente fosse parecido com a média desses países, seriam mais de 50 milhões de brasileiros investindo. Queremos aumentar o número de brasileiros que investem em ações”.

Para finalizar, ao ser consultado sobre o volume de recursos que essas operações podem gerar, o presidente da Caixa foi contundente: “No geral, estamos falando de uns R$ 15 bilhões.”

Fonte: GMB / O Globo