SEX 19 DE JULHO DE 2019 - 13:56hs.
Oferecem serviços bancários

Lotéricas ampliam funções além dos jogos

Antes focadas nas apostas, as casas lotéricas se tornaram as principais fornecedoras de serviços bancários para diversas pessoas. Em Sorocaba, há 43 unidades lotéricas espalhadas por todas as regiões da cidade. Nesses locais é possível pagar contas e receber benefícios sociais, além de realizar saques e depósitos no caso de correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

Antigamente, as lotéricas de Sorocaba estavam mais concentradas no Centro da cidade, porém hoje já ocupam shoppings, galerias comerciais e até o Terminal Santo Antônio, além de chegar aos bairros mais distantes. O delegado do Sindicato dos Comissários Consignatários do Estado de São Paulo (Sincoesp) de Sorocaba, Leandro Bruno Kosima, explica que a expansão das lotéricas para outras regiões foi um dos esforços da entidade, uma vez que as lotéricas acabam sendo os únicos espaços com serviços bancários nos bairros mais afastados.

Ele ressalta que as unidades oferecem o pagamento de benefícios sociais como Bolsa Família, Seguro-Desemprego e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). “Hoje as lotéricas fazem um benefício social muito grande para a população”, diz. De acordo com Kosima, atualmente as lotéricas recebem quase 70% de contas e serviços bancários. Para ele, já não é mais possível desassociar os serviços bancários das lotéricas.

Segundo a Caixa Econômica Federal, hoje existem 43 unidades em Sorocaba, mesmo número existente no início de 2018. A última licitação para a abertura de novas unidades foi em 2017, com a inauguração de duas novas lotéricas: uma na Vila Hortência e outra no Parque dos Eucaliptos. A Caixa ressalta que não há previsão de instalação de novas unidades em Sorocaba em 2019.

Revisão

Para Leandro Bruno Kosima, antes da concessão de novas unidades lotéricas é preciso que o novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, promova uma revisão das necessidades atuais do setor. Problemas no sistema digital, quantidade limitada de máquinas oferecidas, revisão dos serviços prestados, permitir saques e depósitos para contas de todos os bancos, além de melhor divulgação das loterias, são algumas das exigências do setor.

GMB / Jornal Cruzeiro