QUI 23 DE MAIO DE 2019 - 17:13hs.
Sorteio será realizado no dia 24 de junho

Caixa já recebe apostas para a Quina de São João que pode pagar R$ 140 mi

Estão abertas as apostas para a Quina de São João. O sorteio será realizado no próximo dia 24 de junho, e o prêmio estimado é de R$ 140 milhões. Na modalidade o prêmio não acumula e será pago a quem acertar a maior quantidade de números sorteados na primeira ou nas demais faixas de premiação. O prêmio aplicado na poupança renderia mais de R$ 520 mil por mês ao ganhador. Apenas com o valor do rendimento é possível adquirir quase 20 carros populares.

Para participar basta marcar de 5 a 15 números dentre os 80 disponíveis no volante. Ganha quem tiver dois, três, quatro ou cinco acertos. Se não houver apostas vencedoras com cinco acertos, o prêmio principal será dividido entre os acertadores de quatro números – e assim sucessivamente. O preço da aposta simples, com 5 números, é de R$ 1,50.

A partir de hoje, as apostas poderão ser realizadas em volantes específicos, que já estão disponíveis nas lotéricas. No portal Loterias Online, é possível adquirir um combo especial do sorteio, com 20 apostas para o concurso 5.002.

Os apostadores podem ser registradas em qualquer lotérica do país ou por meio do portal Loterias Online (www.loteriasonline.caixa.gov.br) até às 19h do dia 24 de junho. O sorteio será realizado às 20h do mesmo dia.

Na Quina de São João, as regras de distribuição dos valores destinados aos prêmios e os critérios de acumulação possuem características diferenciadas dos concursos regulares: o prêmio principal oferecido não acumula e ganha quem acertar a maior quantidade de números sorteados.

Os concursos especiais são sorteios que objetivam mobilizar os apostadores para que participem concorrendo a prêmios maiores e não acumulativos. Este é o segundo concurso especial do ano, depois da Dupla de Páscoa. Ainda serão realizados até o final do ano a Lotofácil da Independência e a Mega da Virada.

CAIXA NÃO SERÁ PRIVATIZADA, GARANTE PEDRO GUIMARÃES

O presidente Pedro Guimarães voltou a afirmar neste fim de semana, que a Caixa não será privatizada. A declaração foi dada ao jornal Estado de S. Paulo neste sábado (11) após falsas informações terem sido publicadas nas redes sociais. “A Caixa não será privatizada na atual gestão do presidente”, garantiu Guimarães.

Desde janeiro, quando assumiu o comando do banco, Guimarães tem reafirmado que a venda da Caixa está fora dos planos e que sua gestão tem trabalhado para reforçar a governança e os pilares da empresa.

Fonte: GMB