QUI 19 DE SETEMBRO DE 2019 - 10:04hs.
Após a ausência de interessados

Ministério da Economia flexibilizará os editais da LOTEX para atrair investidores

Diante da ausência de interessados, o governo brasileiro resolveu suspender o processo de concessão da LOTEX no último dia 27. Agora o próprio Ministério da Economia adianta que “nos próximos meses, fará consulta ao mercado e aos órgãos de controle, no sentido de flexibilizar o edital até então vigente para atrair potenciais interessados em operacionalizar a modalidade loteria instantânea em todo o território nacional”.

No último Boletim de Acompanhamento do Mercado de Loteria, a Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria – SECAP informou:

Em 28 de maio de 2019, havia previsão de realização do leilão de concessão da Loteria Instantânea Exclusiva (LOTEX). No entanto, não houve interessado em explorar a loteria instantânea por intermédio de canais físicos e eletrônicos, em todo o território nacional, pelos próximos 15 anos.
 
Diante da ausência de interessados em um edital que já se arrastava por aproximadamente dois anos, o governo resolveu suspender o processo de concessão da LOTEX.
 
Nos próximos meses, fará consulta ao mercado e aos órgãos de controle, no sentido de flexibilizar o edital até então vigente para atrair potenciais interessados em operacionalizar a modalidade loteria instantânea em todo o território nacional, com a premissa imprescindível de implantar concorrência no setor nacional de loterias. 

No último dia 27, a secretaria especial do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) havia afirmado que "diante da ausência de propostas, o governo vai dialogar com o mercado e avaliar as alternativas disponíveis para decidir os próximos passos, tendo como premissa a abertura do mercado e implantação de concorrência no setor nacional de loterias".

Fonte: Games Magazine Brasil