QUI 23 DE MAIO DE 2019 - 17:14hs.
Superintendente nacional de loteria, Gilson Braga

Segundo a Caixa, rodada da Mega-Sena pode render cerca de R$ 210 milhões

Uma bolada de R$170 milhões. Esse é o valor cobiçado pelos brasileiros que tentam a sorte na Mega-Sena amanhã. O prêmio está acumulado há 13 rodadas e alimenta o sonho dos brasileiros em mudar de vida. O sorteio será às 20h, em São Paulo. Esse é o terceiro maior valor acumulado na história dos concursos regulares da Mega. Segundo o superintendente nacional de loteria da Caixa, Gilson César Braga, a expectativa é que a rodada renda cerca de R$ 210 milhões.

Braga acha que pode haver 60 milhões de apostas. Além do prêmio, 48% do valor são repassados ao governo federal para investimentos em áreas como saúde, educação, segurança, esporte e cultura.

A Caixa chegou a divulgar, em seu calendário, um sorteio para hoje, em comemoração ao Dia das Mães, mas foi adiado por motivos estratégicos. “Costumamos fazer megas-semanas, com três sorteios, mas decidimos cancelar essa para deixar o concurso dentro da normalidade, pois as pessoas estão acostumadas com os sorteios às quartas e aos sábados”, justifica Braga.

Os apostadores ainda têm hoje e amanhã para jogar. As lotéricas ficam abertas até as 19h. Há a opção de apostar no site loteriasonline.caixa.gov.br. “É importante as pessoas não deixarem para a última hora. O sistema fecha às 19h em ponto”, destaca o superintendente da Caixa.

Ontem, a aposentada Maria Fernanda Ferreira, 65 anos, agiu rápido para evitar longas filas e fez uma fezinha em umas das lotéricas da Rodoviária do Plano Piloto. Ela é acostumada a jogar toda semana, mas, desta vez, o gostinho é ainda mais especial, segundo ela.

“É um dos maiores prêmios que já vi. Há muito tempo um prêmio não enchia meus olhos desse jeito. São 13 sorteios sem nenhum ganhador, isso é impressionante. Espero que eu seja a próxima ganhadora (risos). Levar aquele dinheiro todo para casa. Fiz 10 jogos hoje. Na terça (hoje) e na quarta as filas serão ainda maiores”, disse a moradora de Planaltina.

Mas ganhar é algo bem difícil. Segundo o professor de estatística do UniCeub Robert Corrêa, as chances de alguém levar o prêmio sozinho são bem pequenas. Apostando seis números, por exemplo, a probabilidade de ganhar é de um em 50.063.830.

Ele explica que jogar em grupo é uma boa alternativa para aumentar a chances com mais números e gastando menos. Em um jogo de 15 dezenas, a probabilidade de ganhar sobe para uma em 10 mil (desembolso de R$ 17.517,50). “Quanto maior o número de apostas, maiores são as chances. Porém é algo que sai caro. Quando se joga em grupo,  você consegue apostar em mais números”, ressalta Robert.

O horário de almoço da bancária Sandra Melo, 44, e de seus amigos de trabalho não é mais o mesmo desde a semana passada. O assunto da “hora da boia”, como eles dizem, ganhou sonhos e grandes números. O grupo, de oito pessoas, pretende faturar o prêmio milionário juntos. Cada um traz consigo planos para o dinheiro, mas os bancários compartilham um desejo em comum. “Combinamos que, se a gente ganhar, vamos tomar café da manhã nas Maldivas”, brinca Sandra.

A ideia do bolão foi do colega João Neto, 44. “O prêmio está acumulado em um valor bacana e, se a gente ganhar, cada um sai com uma boa quantia”, comenta. O investimento foi de R$ 198, dividido por todos integrantes, apostando em nove dezenas. Entre os planos para o dinheiro, ajudar a família e autonomia financeira não ficam de fora.

O professor Robert Corrêa destaca que, mesmo as chances sendo muito pequenas, ainda existe a possibilidade de alguém faturar o prêmio, por isso, para ele, vale a pena tentar. “Se não jogar, não tem como ganhar. Só tenho a desejar sorte aos jogadores”, diz.
 

Milhões

Quanto deve arrecadar
» Expectativa que a rodada renda R$ 210 milhões

Previsão de apostas
» 60 milhões

Para onde vai o restante do valor arrecadado
» 48% dos recursos arrecadados pelas loterias federais são destinados a programas sociais como saúde, educação, segurança, esporte e cultura
 

Fonte: GMB / Correio Braziliense