SÁB 21 DE SETEMBRO DE 2019 - 06:38hs.
Banestes teria a maior probabilidade de realizar a operação

Governo do Espirito Santo estuda implementar loteria estadual

O governador do Espirito Santo, Renato Casagrande (PSB), confirmou que estuda a viabilidade para criar uma loteria estadual e que a ideia é destinar os recursos arrecadados para três áreas: mobilidade urbana, esportes e cultura. À colunista da Gazeta Online, Beatriz Seixas informa que a proposta ainda está em fase embrionária, mas integrantes da equipe do governador já vem buscando referencias junto a outros estados como Minas Gerais.

A Procuradoria Geral do Estado é o órgão que está à frente dessas análises, que vão identificar se existe alguma restrição legal para executar a ideia. “Pedi para a PGE analisar. Ainda não sei se é possível criar. Quero estudar a hipótese para ajudar a financiar o transporte público. Loteria é assim: uma parte é prêmio e a outra é resultado. Então esses recursos vão para a cultura, esporte e mobilidade”.

Embora Casagrande explique que a proposta ainda está em fase embrionária, ele conta que integrantes de sua equipe já vem buscando referencias junto a outros estados que tem loteria local como Minas Gerais. “O secretário de esportes (Junior Abreu) esteve conversado com MG porque Minas tem uma loteria que funciona bem”, ponderou o governador.

Mesmo com a ideia incipiente, nos bastidores, o Banestes é visto como a instituição que teria a maior probabilidade de realizar essa operação. Até porque a instituição poderia utilizar sua estrutura, especialmente as agências do Banesfácil. Hoje são cerca de 400 espalhados no Espirito Santo. 

Fonte: GMB