JUE 15 DE ABRIL DE 2021 - 23:38hs.
Vídeo conferência

Febralot e Caixa discutem a queda de arrecadação das Casas Lotéricas

Na passada sexta feira (19), reuniram-se os representantes da Febralot, Sindicatos Estaduais e os Vice-Presidentes de Rede, Estratégia de Rede e Loterias, além dos Executivos da CAIXA. O presidente Jodismar Amaro solicitou continuar o debate sobre as ações para resolver a queda de faturamento das Casas Lotéricas e diz que espera da Caixa ações emergenciais solicitadas em fevereiro. O Vice-Presidente de Rede, Paulo Ângelo, fez uma apresentação com 67 entregas desta gestão no intuito de aumentar o faturamento dos Lotéricos e prometeu ainda mas.

O presidente da Febralot, Jodismar Amaro, abriu a reunião, relembrando a todos que esta videoconferência tinha o intuito de continuar o debate sobre as ações necessárias para resolver a queda de faturamento das Casas Lotéricas e que neste momento tão difícil para a Rede Lotérica, espera-se da Caixa, ações emergenciais solicitadas pelos representantes dos Lotéricos em 18.02.2021 sobre o assunto em pauta.

O Vice Presidente de Rede Paulo Ângelo iniciou dizendo que a CAIXA tem trabalhado muito forte para buscar a sustentabilidade das Casas Lotéricas e, segundo ele, a equipe de Rede da CAIXA não está medindo esforços para buscar rentabilidade aos Lotéricos. Para comprovar esta afirmação, fez uma apresentação com 67 entregas desta gestão desde o ano de 2019 e que nos próximos dias serão entregues mais 28 facilitações no intuito de aumentar o faturamento dos Lotéricos. Disse ainda que, não para por aí, pois a CAIXA fará muito mais entregas durante este ano.

Dentre as entregas para os próximos dias, destacou:

  • Geração das senhas para cadastramento e desbloqueio do aplicativo CAIXA TEM para percepção de benefícios no TFL, tirando esta atividade das agências da CAIXA até o fim da primeira quinzena de Abril, antes do início da próxima etapa do auxílio emergencial do governo federal.
  • Reajuste da tarifa de saques com cartão social de R$ 0,52 para R$ 0,66, unificando todas as operações de saque com cartão.
  • Alteração da remuneração do empréstimo consignado do INSS nos TFLs de 1,5 para 3,0%, já em fase de aprovação nas instâncias do Conselho da CAIXA para poderem ter seu prazo divulgado.

     

 



(Em desenvolvimento e com lançamento assegurado estão na sequência os produtos de crédito no TFL: Nova jornada consignado INSS, Renovação de consignado INSS e contratação de CDC Pessoa Física).
 

  • Aumento opcional do limite de operações até R$ 5 mil, devido à necessidade de identificação do cliente em operações acima de R$ 2 mil, está em desenvolvimento sistemática de operacionalização no TFL, prevista para Abril/2021.
  • PIX no TFL onde cada TFL terá seu QR Code específico e informará ao operador, a aprovação da transferência para finalização da operação. Previsto para final de Abril de 2021.
  • Prova de vida no TFL, solicitado ao INSS para clientes de todos os bancos se o órgão assim o autorizar.
  • Emissão de proposta de adesão ao cartão de crédito Mais no TFL, com remuneração de R$ 22,50 por proposta aprovada. Previsto para Abril/21.
  • Lançamento de 3 novos produtos de seguridade no TFL (Cap Filantropia, Assistência PU e Assistência PM) previstos para Junho de 2021.
  • Alteração do prazo para permissão da transferência de titularidade entre familiares de 03 para 01 ano a partir da autorização expressa na publicação da nova Circular Caixa, prevista para 25.03.2021.
  • Liberação do valor da caução do seguro garantia de 3741 Casas Lotéricas que liberarão R$ 27 milhões aos Lotéricos a partir da autorização expressa na publicação da nova Circular Caixa, prevista para 25.03.2021.
  • Planilha com simulador de vendas no Expresso parceiros para orientar os Lotéricos quanto à relação de cada produto vendido e sua rentabilidade, já disponível em Excel e em desenvolvimento no formato web.
  • Divulgação dos produtos e serviços da Rede Lotérica em Agências através de aventais para as estagiárias, bem como nos diversos canais de mídia do Banco.
  • Cartilha para Apoio à certificação negocial exigida pelo Banco Central
  • Envio mensal aos Lotéricos de relatório personalizado das vendas de produtos da UL e comparação entre a média das UL’s do Município, Estado e País para possibilitar ao empresário a definição de metas e plano de ação para melhoria no seu faturamento.
  • Emissão do relatório de tarifação do decêndio no TFL com a senha do proprietário sem precisar deslogar o usuário que está em uso. Previsto para Abril/2021.
  • Saque sem cartão de conta corrente e poupança na Casa Lotérica. Previsto para Maio de 2021.

Ao final da apresentação, informou que o Presidente da CAIXA autorizou a constituição de grupo de trabalho com componentes de 10 áreas diferentes do Banco com dedicação exclusiva às melhorias do Canal Lotérico.

 



Na sequência os representantes dos Lotéricos apresentaram diversas solicitações e/ou dúvidas aos Executivos da Caixa com os seguintes comentários ou providências, a seguir as mais recorrentes:

  • Adiantar a implantação das Loterias Estaduais na Rede Lotérica: A Caixa informou que todas as Loterias Estaduais estão em regulamentação no Ministério da Economia e que só pode leva-las ao balcão lotérico, após esta etapa, quando tornarem-se legais.
  • Lotéricos podem participar das empresas que administrarão as Loterias Estaduais? Segundo o VP de Rede, devido ao nosso contrato, não podemos pertencer à empresas que explorem jogos e nem podemos tratar diretamente com estas empresas para venda de jogos em nossas lojas.
  • Cartão Sim com possibilidade de pontuação ou recorrência de remuneração para quem fez a venda: A Caixa estuda o lançamento desses produtos na Rede lotérica, mas este produto, Cartão SIM, em lançamento para emissão no TFL não terá essas características.
  • Melhorar as tarifas para 1 real por operação/Remunerar os novos serviços (Senhas CAIXA TEM e Prova de Vida) com tarifas mais adequadas: A posição da CAIXA é que o mercado não permite uma grande expansão das tarifas, que o Banco público tem como norma, não ter prejuízo em qualquer operação e que deve-se levar em conta que os concessionários não toleram reajustes e que devemos considerar também, o volume de operações, além do valor unitário.
  • Em função do recrudescimento da pandemia e a consequente crise financeira, fazer nova rodada da remuneração mínima (auxilio aos lotéricos): Fomos informados pela CAIXA de que o TCU está fazendo uma auditoria na operação feita em 2020, pois estão considerando uma anormalidade remunerar com dinheiro público sem contra partida a iniciativa privada. Caso esta auditoria não traga resultados negativos ao Banco, eles poderão fazer novos estudos para buscar as aprovações internas para uma nova rodada de concessão do benefício.
  • Pausar as prestações das operações de crédito que os lotéricos tenham com a CAIXA: O Vice Presidente de Rede disse que há estudos adiantados sobre o assunto na CAIXA e que nas próximas semanas poderá trazer uma decisão.
  • Quando o PIX estiver no TFL, a opção atual de depósito direto na conta 043 continuará valendo? Sim, continuará valendo, disse o VP de Rede.
  • A verba para a campanha de lançamento da campanha do PIX na Lotérica terá origem Caixa ou do FDL? A origem da verba virá do FDL, disse o representante da Caixa.
  • Por que a autorização de cobrar do cliente as tarifas das maquininhas de cartão não foram colocadas nas entregas divulgadas nesta data? Segundo o VP de Rede, a CAIXA é obrigada a cobrar do Lotérico a inclusão desta remuneração na nota fiscal, desta forma está analisando com a área de tributos do Banco e a Receita Federal como classificar a receita para terminar o desenvolvimento e incluir a autorização na Circular CAIXA.
  • Prazo e valor do Título a ser lançado Cap Filantrópico: Valor e prazos ainda não podem ser divulgados, devido contratos de confidencialidade com o parceiro na área de seguridade.
  • Divergência entre a comissão dos empréstimos consignados da CAIXA e dos outros Bancos/Financeiras: Paulo Ângelo reforçou o conceito de que o banco público devido às normas impostas pelo TCU, seus custos e margens; bem como o papel de regular o mercado, não pode ser comparado aos Bancos e nem ao Banco PAN que, mesmo tendo participação da CAIXA não tem as mesmas regulamentações a cumprir e por isto não pode remunerar melhor essas operações.
  • Treinamento para a certificação negocial ser oferecida pela CAIXA: Aceitou a solicitação e vai preparar aulas em vídeo conferência com vários horários para que os lotéricos possam aderir ao treinamento.
  • Treinamento para operacionalizar o crédito consignado: A CAIXA tem isto considerado para ser feito na sequência das certificações exigidas pelo Banco Central conforme item anterior.
  • Acelerar o desenvolvimento da Loteria mais Milionária: O VP de Loterias Mateus disse que no momento não tem como precisar se há a possibilidade de adiantar o desenvolvimento, mas que vai pedir ao grupo de trabalho constituído pelo Presidente Pedro para verificar esta possibilidade
  • Postergar o sorteio da Dupla de Páscoa para 24/04/2021: O Diretor Edílson disse que não consegue esticar o período de vendas exclusivas por 3 semanas, mas que vai buscar aprovação para que o sorteio passe do dia 03/04 para 17/04/2021.
  • Falta de peças de reposição para os TFLs que necessitam de reposição: O VP de Rede pediu que o Sindicato reclamante envie-lhe um ofício bem embasado para que ele possa discutir providências junto à área de TI.
  • Prazos para a licitação e entrega de 40 mil TFLs prometidos para este ano, pois estas máquinas já estão com cinco anos de uso e acrescentou-se que está havendo a inauguração de novas Casas Lotéricas, recém-licitadas que estão recebendo TFL´s usados para iniciar a operação: Devido à falta de capacidade dos fornecedores, a CAIXA está preparando uma licitação de 10 mil TFL´s inicialmente para início do segundo semestre e os demais os fará na sequência nos prazos possíveis de serem cumpridos pelos fornecedores e de acordo com o sucesso do primeiro certame.
  • Por que será preciso assinar um termo aditivo para receber de volta o valor caucionado pelos TFL´s? Segundo a CAIXA, é uma formalidade que retira do contrato inicial, a obrigação de manter essa obrigação.

Ao final, o VP de Rede, Paulo Ângelo, pediu a todos os Presidentes para que incentivem os Lotéricos a fazer as certificações para o negocial, pois muitos produtos estão por vir, além do Consignado no TFL , onde somente 50% das Lotéricas tem esta certificação e quem sem ela, o esforço para colocar mais produtos simples e que agregam rentabilidade é em vão.

Da mesma forma, pediu que o Lotérico busque administrar seu negócio de forma a obter uma melhor rentabilidade através da exploração de todos os produtos do portfólio que a UL dispõe, incentivando e motivando sua equipe, cuidando da limpeza da loja e dando ao cliente um tratamento de qualidade.

Acrescentou ainda que a melhor forma de obter resultados numa parceria em todos os níveis entre os empregados da Caixa e os Lotéricos é através de um diálogo franco e cortês para que se crie uma empatia que gere apoio mútuo e verdadeiro. Para exemplificar citou a confiança de que a CAIXA deposita na Rede Lotérica ao delegar-nos a geração das senhas para o saque dos benefícios sociais nas Casas Lotéricas, tendo a certeza que haverá a dedicação e zelo necessários para que não haja fraudes.

Fonte: Febralot