JUE 25 DE JULIO DE 2024 - 10:43hs.
Renato Saladino, CEO

“Play55 tem uma plataforma robusta e preparada para o mercado de loterias e sorteios no Brasil”

Com apenas seis anos de atuação, a Play55 se consolidou como uma importante provedora de plataforma para o segmento de sorteios e capitalização filantrópica. Agora, a empresa pretende desenvolver ainda mais soluções para o emergente setor de loterias estaduais. Em entrevista exclusiva ao GMB, Renato Saladino, CEO da companhia, detalha o crescimento da Play55 e os planos de ampliar a oferta de ferramentas em todo o Brasil.

Games Magazine Brasil - Há quantos anos a Play55 está em operação e quais são as principais soluções da plataforma para sorteios no Brasil?
Renato Saladino -
Estamos há seis anos no mercado, com soluções para viabilizar a distribuição de sorteios em geral para: cartela, raspadinhas física e online, construção de rede de afiliados e sorteio passivo (rifas).

Em 2020 com o advento da pandemia, crescemos exponencialmente em função do segmento de capitalização filantrópica ter a necessidade de digitalização de suas operações. Isto é, entrar no segmento de venda online bem como tecnologia para sua força de vendas realizar a distribuição de seus jogos uma vez que as cidades iniciaram o lockdown.

Neste tempo fomos pioneiros em realizar a venda dos produtos de sorteio em parceira com bandas e artista entregando a venda online com QRcode nas lives realizadas na TV aberta. Em 2020 nos tornamos a maior plataforma de distribuição não vinculada a grupos econômicos de sorteio filantrópico.

Também realizamos BPO (Business Process Outsourcing) para grandes empresas de capitalização.

Temos uma robusta infraestrutura tecnológica para processamento de milhares de transações por minuto.

Além de tecnologia para o mercado de capitalização filantrópica, quais outras soluções estão disponíveis para o mercado de loterias?
No decorrer dos anos criamos novos serviços e formas de distribuição para: gestão e distribuição de raspadinhas (física e online), legalização de sorteio passivo (rifas), viabilidade da operação de afiliados e distribuição dos produtos em múltiplos canais.

Gerenciamos a cobrança em dinheiro e por meios eletrônicos e integramos tecnologias de terceiros ou proprietária.

A Play55 está em todo o Brasil ou é apenas uma solução local para poucos operadores?
Estamos em todo Brasil e tropicalizamos operações regionais conforme o público.

O que a Play55 representa em número de clientes e operações?
Possuímos mais de 9,5 milhões de usuários e + de 60.000 vendedores/pontos de vendas com 20 parceiros regionais B2B.

Com o crescente aumento das operações de loterias estaduais, como a Play55 se posiciona diante destas mudanças?
Temos parcerias já consolidadas com loterias estaduais, que utilizam nossas ferramentas para gestão de vendas, remuneração da força de vendas, distribuição, cobrança e logística dos produtos comercializados pelas loterias, raspadinhas e jogos de cartela física e online.

O mercado de loterias está cada vez mais no mundo digital. Como a Play55 pode explorar os jogos e sorteios online?
Nosso DNA sempre foi digital, sabemos buscar o usuário na web, nascemos com este intuito de digitalizarmos as operações físicas de nossos parceiros B2B. Atuamos com os principais provedores de mídias sociais e tráfego pago, construímos operações estruturadas com o perfil de cada parceiro local. Além disso, digitalizamos todos os processos físicos, desde loja de vendas para usuário final, aplicativos para força de vendas e a distribuição em múltiplos canais como: POS, link dinâmico, redes sociais e WhatsApp.

Acreditamos que o online deva crescer muito, mas que também temos de aproveitar todo o potencial que está na venda física. Nnosso principal diferencial está em converter nossa rede de distribuição física em sub-afiliados e consequentemente elevar a receita de nossos parceiros B2B.

Como formar uma equipe robusta diante do crescimento do setor de loterias estaduais com diferentes processos e formas de operação?
Temos uma plataforma que foi construída e aperfeiçoada ao longo dos últimos seis anos. Enfrentamos adversidades regionais com alguns de nossos clientes e por isso estamos em um momento bem confortável para adequação de novas funcionalidades e processos que o mercado demandar.

Atualmente possuímos mais de 30 colaboradores em nossa empresa, com líderes estratégicos alocados em cada área.

Estes líderes trabalham com indicadores de performance do negócio, então temos total visão de como nossa operação anda no dia a dia.

Quais são os planos da Play55 para o segundo semestre no Brasil?
Temos um plano muito robusto para o segmento de jogos. Iremos distribuir múltiplos produtos através de através de nossa rede.

Com a regulamentação das loterias estaduais e a legalização de algumas modalidades de jogos, estamos debruçados na estratégia de distribuição destes produtos. Estamos presentes fisicamente e online em diversas regiões do país através de nossos parceiros B2B, então a nossa capacidade de distribuição de oferta de novas modalidades é muito grande.

Temos mais de 9,5 milhões de usuários que utilizam nossas aplicações, mais de 60.000 vendedores e PDVs que distribuem um único produto. Nossos planos são levar mais produtos a este público.

Estamos conversando com operadores de jogos nacionais e internacionais. Como temos um ecossistema já conectado e operacional, nosso trabalho será de oferta e conversão de novas modalidades de jogos. Imagine que um player para iniciar no mercado brasileiro terá de conhecer as diferentes culturas e o modelo de operação local, regulamentação, estrutura tributária entre outras adversidades. Com isso, terá de investir muito capital para testar seu modelo, enquanto nós já estamos prontos para oferecer as melhores soluções.

Fonte: Exclusivo GMB