JUE 13 DE JUNIO DE 2024 - 03:27hs.
NA Colômbia

Codere apresenta sua oferta de apostas esportivas e jogo online na FADJA

A empresa, casa oficial de apostas do Real Madrid, preparou um importante plano de expansão para 2017. Na Colômbia, contará com 160 pontos em salas próprias (CrowN, Fantasía Royal y Mundo Fortuna), salas da rede Codere operadas com sócios gestores, salas de terceiros e em também com outros pontos de venda autorizada pela Coljuegos como bares, restaurantes e hotéis.

A Codere, multinacional espanhola líder no jogo privado, participará nos dias 26 e 27 de Abril da feira americana de jogos de azar, FADJA 2017, que acontece em Bogotá, na Colombia. No stand 29, que receberá um tenda real de apostas, a companhia apresentará aos clientes e sócios em potencial sua oferta de apostas esportivas presenciais e online e os jogos de cassino, sob a guarda da marca Codere Apostas. Um importante portfólio que estará disponível a partir do mês de julho.

A Codere conta com uma grande experiência em apostas esportivas de nível internacional, atividade que desenvolve, até esse momento, em seis países: (na Europa: Espanha e recentemente Itália (Codere Scomesse); e na América Latina: México, Panamá, Uruguai e Brasil), aos que agora se soma a Colômbia, um dos mercados estratégicos e de maior potencialidade da Codere.

A tendência de crescimento do consumo da atividade de lazer, unida ao know-how prévio da companhia, a posição de destaque da Codere Colômbia e a conjuntura regulatória, supõe um marco perfeito para o seu desenvolvimento. Assim mesmo, a potente plataforma de jogo online da Codere Apostas e o patrocínio global com o Real Madrid C.F – como a Casa de Apostas do Clube até 2019 – permitem assinalar essa fase de crescimento e liderança em apostas do Grupo.


PUBLICIDADE


Uma vasta gama de entretenimento para o mercado colombiano

Codere chega a Colômbia com uma vencedora oferta de entretenimento. Um nível de sala de aula, a Companhia terá  em seus terminais SST (totens) jogos da próxima geração, que dão acesso a uma ampla variedade de esportes e mercados e são muito atraentes para o usuário. Ele também tem seus terminais selfie, software intuitivo e design atraente que elimina periféricos, e cuja interação com o cliente é feita através do cartão ou conta Codere.

A empresa desenvolveu um plano de expansão importante nas apostas de face para 2017 e inicialmente espera ter cerca de 160 lojas de apostas em próprias  (CrowN, Fantasía Royal y Mundo Fortuna), atendendo a rede Codere operado com gerenciamento de parceiros, salas de terceiros e mais tarde em outros estabelecimentos autorizados pelo Coljuegos como bares, restaurantes e hotéis, entre outros.

Além disso, a Codere aposta nos canais omni channel para permitir que seus clientes acessem um entretenimento multiplataforma, permitindo, por exemplo, iniciar uma aposta em um ambiente online (celular, tablet ou PC) e recolhê-la em uma sala física (offline). O aplicativo de  jogo abre um leque de oportunidades de lazer em um único clique, tais como jogos de azar ou jogos de cassino on-line.

Rumo a um jogo legal na Colômbia

A falta de regulamentação do setor em países tem um impacto negativo sobre os governos e a sociedade: impostos não cobrados a partir destas atividades econômicas e perdem a capacidade de trabalhar na  geração de emprego genuíno, para abrir o caminho para desenvolvimento de atividades ilegais e gerar considerável insegurança jurídica que ameaça a proteção garantias do jogador.

Diego Felipe Navarro, CEO da Codere Colômbia,afirma: "O crescimento de uma indústria saudável só será possível com a vontade comum das empresas de jogo e governos para combater o jogo ilegal, a persecução dos objetivos de crescimento conjunto do setor e foco no desenvolvimento da política de jogo responsável".

O regulamento de novas formas de jogos de azar no país: o jogo pela internet, apostas esportivas contraparte registro prévio nos canais online, móvel e no local, -ao mesmo tempo- representam um passo em frente na indústria e um desafio para controle correto (sites de apostas bloco ou recusa de licenças para empresas ilegais ...).

Fonte: GMB